Entretenimento

'Magical girl' escolhido melhor filme no festival de San Sebastián

27/09/2014 19h16

S¥O SEBASTI¥O, Espanha, 27 Set 2014 (AFP) - O filme espanhol "Magical Girl", de Carlos Vermut, foi o grande vencedor, neste sábado, da 62ª edição do Festival de Cinema de San Sebastián, onde conquistou a Concha de Ouro de melhor filme e o prêmio de melhor diretor.

"É uma honra e um privilégio para nós", disse Vermut, após a entrega dos prêmios na festa de encerramento do mostra.

Segundo longa-metragem do cineasta, com toques de cinema 'noir', o filme conta a história de Alicia, uma menina que sofre de leucemia a quem o pai quer dar de presente o traje original da heroína de um seriado japonês e, para alcançar o objetivo, ele fará de todo.

Os protagonistas do filme, intepretados por Luis Bermejo, José Sacristán e Bárbara Lennie, se envolvem em uma obscura rede de chantagens para tentar conseguir o que querem.

Os atores também disputavam os prêmios de melhor interpretação, mas o agraciado foi Javier Gutiérrez pelo papel de um policial no filme "La isla mínima", 'thriller' de Alberto Rodríguez.

A Concha de Prata de melhor atriz ficou com a dinamarquesa Paprika Steen pela atuação no filme "A silent heart", de Bille August, que conta a história de uma reunião familiar à qual duas irmãs vão para se despedir da mãe doente, que decidiu por fim à própria vida com a ajuda do marido.

Steen, que interpreta uma das irmãs, já era apontada como favorita desde a exibição do filme na seção oficial do festival.

A 62ª edição do festival de San Sebastián também entregou dois prêmios honorários Donostia para os atores americanos Denzel Washington e Benicio del Toro.



Seguem os principais prêmios concedidos no festival:

- Concha de Ouro de Melhor Filme: "Magical Girl" (Espanha)



- Concha de Prata ao Melhor Diretor: Carlos Vermut por "Magical girl"



- Concha de Prata ao Melhor Ator: o espanhol Javier Gutiérrez por "La isla mínima"



- Concha de Prata à Melhor Atriz: a dinamarquesa Paprika Steen por "A silent heart"



- Prêmio Especial do Júri: "Vie sauvage", de Cédric Kahn (França)



- Prêmio do Júri ao Melhor Roteiro: Dennis Lehane por "The drop" (Estados Unidos)



- Prêmio do Júri à Melhor Fotografia: Alex Catalán por "La isla mínima" (Espanha)



- Premio honorário: Denzel Washington e Benicio del Toro (Estados Unidos)



- Premio Horizontes Latinos: "Güeros", de Alonso Ruizpalacios (México)



Menções especiais: "Ciencias naturales", de Matías Lucchesi (Argentina) e "Gente de bien", de Franco Lolli (Colômbia)



- Prêmio Cinema em Construção: "Magallanes", de Salvador del Solar (Peru).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo