Topo

Entretenimento

Museu de Los Angeles exibe diamante azul de 12 quilates

Divulgação
O diamante "Blue Moon" Imagem: Divulgação

De Los Angeles

12/09/2014 21h02

O Museu de História Natural de Los Angeles exibiu nesta sexta-feira o "Blue Moon", um diamante redondo de 12 quilates e um intenso azul, além de uma qualidade excepcional, encontrado este ano na África do Sul.

O "Blue Moon (lua azul) é uma descoberta extremamente importante por se tratar de uma das poucas pedras encontradas nos últimos tempos com esta cor, forma e nitidez", explicou o Museu, em um comunicado. A joia ficará exposta até janeiro de 2015.

A curadora do departamento de minerais e pedras preciosas do museu, Eloise Gaillou, disse que o diamante "é uma das descobertas mais importantes dos últimos cem anos".

A diretora da Cora International --empresa americana de pedras preciosas-- Suzette Gómez disse à AFP que o "Blue Moon" foi comprado pelo grupo por US$ 26 milhões, mas não calculou seu preço após a lapidação, que exigiu seis meses.

Entre os diamantes azuis mais famosos do mundo estão o "Hope" (Esperança), avaliado em US$ 350 milhões, e o "Heart of Eternity" (Coração da Eternidade), avaliado em US$ 16 milhões.

O "Hope", exposto no Museu Smithonian de Washington, pertenceu a várias gerações de reis da França e tem a reputação de amaldiçoado devido às tragédias vividas por seus proprietários.

Cullinan, um diamante incoloro de 3.100 quilates, é avaliado em US$ 400 milhões.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento