Entretenimento

Poetisa americana Maya Angelou morre aos 86 anos

28/05/2014 11h57

WASHINGTON, 28 Mai 2014 (AFP) - A renomada escritora, poetisa e ativista dos direitos humanos afro-americana Maya Angelou morreu aos 86 anos, anunciou nesta quarta-feira a Universidade Wake Forest de Winston-Salem, Carolina de Norte, one dava aulas.

"Os membros da Universidade Wake Forest choram hoje a morte da poetisa, autora, atriz, militante de diretos humanos e professora Maya Angelou", indicou um comunicado.

Maya Angelou era "um tesouro nacional, cuja vida e ensinamentos inspiraram milhões de pessoas no mundo", acrescenta a nota.

Autora de obras teatrais, Angelou era também uma destacada figura na luta pelos direitos cívicos nos Estados Unidos e ligada ao Prêmio Nobel da Paz Martin Luther King.

Escreveu o best-seller "Eu sei porque o pássaro engaiolado canta", assim como várias obras onde manifestou seu amor pela literatura e luta contra o racismo.

"Ouça a si mesmo e, neste silêncio, você deverá ouvir a voz de Deus", escreveu ela Incontáveis mensagens de condolências começaram a ser transmitidas por parte de dirigentes e personalidades americanas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo