Entretenimento

Crianças encontram múmia de 7.000 anos no norte do Chile

26/05/2014 12h16

SANTIAGO, 26 Mai 2014 (AFP) - Um grupo de crianças em excursão escolar encontrou por acaso uma múmia de 7.000 anos em Arica, norte do Chile, informa a imprensa local.

Seria uma múmia completa, enterrada dos pés a cabeça e pertencente à cultura Chinchorro, com idade estimada em 7.000 anos. As autoridades responsáveis pelos monumentos nacionais já foram alertadas.

A descoberta aconteceu por acaso no sábado, quando as crianças realizavam uma das expedições habituais da Academia de Arqueologia da Escola América no Morro de Arica (2.062 km ao norte de Santiago), na região da praia El Laucho, segundo o professor e guia da excursão, Hans Neira, contou ao jornal La Tercera.

Os boatos diziam que depois do terremoto de 1 de abril era possível observar vestígios arqueológicos na região.

As crianças participavam em tarefas didáticas de escavação quando uma delas detectou uma forma estranha.

"Isto é um alerta de que este local deve ser protegido pelo que representa, com o entendimento de que é um grande cemitério pré-colonial que vai muito além do sul desta região", disse Neira.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo