Entretenimento

Novo álbum póstumo de Michael Jackson é lançado

13/05/2014 17h09

LOS ANGELES, 13 Mai 2014 (AFP) - Um novo álbum póstumo de Michael Jackson, o segundo desde que o cantor morreu em 2009, foi lançado esta semana em várias partes do mundo.

"Xscape" chegou às lojas dos Estados Unidos na terça-feira, depois de já ter sido disponibilizado em diversos países europeus no fim de semana e na segunda-feira.

"Essas músicas nunca foram lançadas", anunciou L.A. Reid, produtor do projeto, em um programa televisivo da rede "NBC".

"Algumas delas vazaram com o passar dos anos...Mas não foram divulgadas", explicou Reid, que vasculhou os arquivos do "Rei do Pop" para achar o material do disco. Sua meta foram as músicas que ele acreditava que tivessem "grandes melodias, que ainda fariam sucesso hoje em dia".

Críticos consideraram o álbum superior a "Michael", lançado em 2010, um ano depois de o artista morrer em decorrência de uma overdose, aos 50 anos.

"Quase cinco anos depois de sua morte, aquela voz permanece, e está mais poderosa no novo álbum", escreveu o jornal "Los Angeles Times".

"Ao invés de se apoiar em fragmentos ou ideias parciais, Reid focou em músicas que foram trabalhadas por Michael do princípio ao fim", diz a crítica da revista "New Yorker".

Os empresários da família têm buscado pagar as enormes dívidas deixadas pelo cantor. Uma das alternativas foi o filme "This is It", lançado em 2009 com vídeos do ensaio da última turnê planejada pelo astro.

"Michael" teve 540.000 cópias vendidas, número relativamente modesto. É menor, por exemplo, do que os CDs de Elvis Presley ou Jonny Cash vendidos em 2013, segundo destacou a revista Billboard.

"Xscape" contém oito músicas do vasto catálogo de trabalhos da carreira de quatro décadas do cantor que não foram utilizados. Entre seus discos mais icônicos estão "Thriller" (1982) e "Bad" (1987).

As faixas são baseadas em áudios originais de Jackson, que sofreram alterações de produtores para se adaptar à audiência moderna.

O rapper americano Timbaland, produtor-executivo do álbum, explicou que a equipe estava ciente da necessidade de o trabalho estar apto a concorrer no cenário musical atual.

"Como eu ouviria isso no rádio contra Katy Perry?" Soaria velho, soaria novo?", questionou o produtor, que também trabalha com Justin Timberlake e Beyoncé.

Era preciso ter "certeza de que poderia competir com tudo que está acontecendo no mundo pop", acrescentou.

Os nomes das músicas já haviam sido divulgados anteriormente.

Ironicamente, uma delas aborda o abuso infantil, uma questão que manchou a imagem do "Rei do Pop", apesar da sua absolvição em 2005 em um caso em que era acusado de molestar crianças.

A música "Do You Know Where Your Children Are" ('Você Sabe Onde Sua Criança Está", em tradução livre) fala sobre "crianças sendo criadas em uma família problemática, onde o pai chega em casa bêbado, a mãe se prostitui e as crianças fogem de casa e se tornam as vítimas", de acordo com a divulgação oficial.



mt-rom/jm/dg/dm

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo