Entretenimento

Arqueólogo afirma ter encontrado Caravela de Colombo na costa do Haiti

13/05/2014 19h21

NOVA YORK, 13 Mai 2014 (AFP) - O arqueólogo submarino americano Barry Clifford anunciou, nesta terça-feira, ter encontrado na costa do Haiti os restos da famosa caravela "Santa Maria", que levou Cristóvão Colombo à América em 1492.

"Toda evidência geográfica, de topografia submarina e arqueológica sugere, de maneira muito forte, que são os restos da famosa nau capitânia de Colombo, a 'Santa Maria'", destaca a nota divulgada por Clifford, líder de duas expedições de exploração e de reconhecimento do norte do litoral haitiano.

"Estou confiante em que a escavação completa dos restos do navio revelará a primeira prova arqueológica marinha da descoberta da América por parte de Colombo", acrescentou o especialista, que dará uma entrevista coletiva nesta quarta-feira, em Nova York.

Clifford, de 68 anos, especialista na exploração de restos de naufrágios, fez em 2003 uma primeira expedição e tirou fotografias da embarcação submersa, sem se dar conta, na época, de que poderia se tratar da nau de Colombo que encalhou em um recife, em 25 de dezembro de 1492.

O lugar coincide com o que foi descrito por Colombo em seu diário. Não muito longe, está o forte construído em terra pelo explorador genovês.

"É o monte Everest dos naufrágios", comemorou Clifford, em entrevista ao canal americano CNN.

Em sua primeira expedição, Clifford fotografou um canhão que poderia ser do final do século XV. Isso o levou a pensar que o casco que vira submerso alguns anos antes talvez fosse a "Santa Maria" - "o navio que mudou o curso da história humana", acrescentou.

Ele decidiu voltar ao local no início da maio e constatou que o canhão e outros objetos haviam sido pilhados.



- Nova viagem ao Haiti em junho - Barry Clifford anunciou que voltará ao Haiti em junho para se reunir com as autoridades e decidir os próximos passos.

Em 3 de agosto de 1942, Colombo zarpou do porto de Palos, no sudoeste da Espanha, com as caravelas "Santa Maria", "Pinta" e "Nina", com o objetivo de encontrar uma rota para a Ásia. Em 12 de outubro do mesmo ano, Colombo desembarcou na ilha de Guanahani, identificada pelos historiadores como parte do arquipélago das Bahamas, popularmente conhecida como a "descoberta da América".

Colombo continuou sua expedição pelo Caribe, chegando a Cuba em 28 de outubro e à ilha Hispaniola, ou ilha de Santo Domingo, em 6 de dezembro.

Depois do naufrágio da "Santa Maria", no final de 1492, e da construção do forte, em janeiro de 1493, Colombo voltou à Espanha com as outras duas caravelas de sua primeira expedição para informar a rainha Isabel do resultado da viagem.

Graduado em História e Sociologia pela Universidade de Western State no Colorado (oeste dos Estados Unidos), Barry Clifford é membro do "Clube dos Exploradores", uma associação profissional internacional multidisciplinar fundada em 1904 e com sede em Nova York.

Ele já conquistou prêmios e distinções, como o Prêmio Rolex-Lowell Thomas 2005 para Arqueologia Marinha, e é membro do gabinete do presidente da National Geographic Society.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo