Entretenimento

Arqueólogos encontram túmulo de 5.600 anos no Egito

07/05/2014 10h53

CAIRO, 07 Mai 2014 (AFP) - Uma equipe de arqueólogos encontrou no sul do Egito um túmulo e uma múmia bem conservados de 5.600 anos, anunciou nesta quarta-feira o ministério egípcio de Antiguidades.

O túmulo é anterior ao reinado de Narmer, fundador da Primeira Dinastia, que unificou o Alto e o Baixo Egito no seculo 31 a.C., declarou o ministério em um comunicado.

O túmulo foi encontrado na região de Kom al-Ahmar, entre Luxor e Assuã, onde se localizava Hierakonpolis, a principal cidade e capital do reino do Alto Egito.

Os arqueólogos encontraram a estátua de um homem com barba, feita com marfim, e a múmia, que parecia ter morrido na adolescência, segundo o ministério.

O bom estado de conservação do túmulo permitirá obter informações sobre os rituais funerários pré-dinásticos, destacou Renee Friedman, à frente da equipe arqueológica multinacional que realizou as escavações.

Na cidade de Hierakonpolis foram encontrados há anos os túmulos dos reis Narmer e Ra, um faraó pré-dinástico que facilitou a unificação do Egito.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo