Entretenimento

Bitcoin afunda na plataforma japonesa MtGox

25/02/2014 08h51

TõQUIO, 25 Fev 2014 (AFP) - A cotação do bitcoin na plataforma japonesa MtGox caiu nesta terça-feira a um quarto do valor que tem nos demais sites, minutos antes de a página da internet desta empresa de Tóquio ficar inoperante.

Os detentores de bitcoins seguiam sem poder recuperar seus bens em moeda virtual mais de duas semanas depois da suspensão das transações no MtGox. Na semana passada, a plataforma de Tóquio onde esta moeda é negociada havia prometido que em breve tudo voltaria ao normal.

No entanto, nesta terça-feira às 14h00 locais (02h00 de Brasília) os usuários do site www.mtgox.com se depararam com a desagradável surpresa de uma página em branco.

"Não podemos fazer nada", havia prevenido a Agência de Serviços Financeiros japonesa, que regula as transações entre instituições financeiras como bancos, seguradoras e casas de corretagem.

Os usuários estão cada vez mais inquietos desde que a MtGox, uma das plataformas mais antigas e importantes de troca de bitcoins, suspendeu a possibilidade de retirar esta divisa no dia 7 de fevereiro. A empresa alegou uma falha técnica.

Desde então, o valor do bitcoin na MtGox afundou. Nesta terça-feira ao meio-dia local (00h00 de Brasília) valia 135 dólares, contra os 522 dólares do índice CoinDesk, que reúne o valor desta moeda virtual nas principais plataformas mundiais.

Em janeiro, um bitcoin era negociado a mais de 900 dólares na MtGox.

O bitcoin é o principal valor do movimento das moedas virtuais. Se baseia em um código informático programado há cinco anos por um ou vários indivíduos, cuja identidade é desconhecida.

Ao contrário das moedas tradicionais, como o iene, o euro ou o dólar, o bitcoin não é apoiado por um banco central ou um governo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo