Entretenimento

Semana de Moda de Nova York estreia de cara nova

06/02/2014 18h57

NOVA YORK, 06 Fev 2014 (AFP) - A Semana de Moda começou nesta quinta-feira em Nova York com nova cara em um espaço reorganizado e modernizado que tenta recuperar um pouco do glamour perdido, enquanto a Big Apple volta a ver o sol após a última nevasca.

A maratona de 300 desfiles começou, como é tradição com a apresentação da dupla Nicholas K no novo espaço do Lincoln Center, com tendas remodeladas e a adição de uma sala especialmente concebida para os jovens estilistas.

Além disso, os organizadores limitaram o número de jornalistas e blogueiros para tentar pôr ordem na frenética semana de moda, que leva à Nova York milhares de pessoas e abre a temporada de desfiles que continua em Londres, Milão e Paris.

Como aconteceu no ano passado, a neve pode complicar os desfiles. Nesta quarta-feira foram cancelados cerca de 1.300 voos nos três aeroportos novaiorquinos e uma nova nevasca é esperada para o final de semana.

A transformação do Lincoln Center busca "a melhor maneira de atender as necessidades do setor em geral", disse o presidente da Associação de Designs de Moda Americana (CFDA), Steven Kolb.

As mudanças eram esperadas. Muitos estilistas se queixavam da multidão ruidosa que assistia aos desfiles e que muitas vezes tinha pouco ou nada a ver com moda.

Por essa razão, Michael Kors, Diane Von Furstenberg e Vera Wang abandonaram o Lincoln Center no ano passado durante a apresentação de suas coleções de outono-inverno 2014, e preferiram organizar seus desfiles nos bairros de Tribeca e Chelsea.

Alexander Wang, um dos favoritos da Semana de Moda, decidiu organizar seu desfile no Brooklyn (sudeste de Nova York), uma grande revolução.

Seu desfile acontece às margens do East River na Duggal Greenhouse, um imenso espaço de 2.800 m2 aberto na primavera passada e utilizado recentemente pela estrela pop Lady Gaga para lançar seu último álbum.



Programa fragmentado transmitido pela internet Apesar do esforço dos organizadores, a Semana de Moda está cada vez mais fragmentada e menos de um terço dos 300 desfiles programados acontecerão no Lincoln Center.

Apesar disso, os desfiles podem ser assistidos ao vivo pela internet. No ano passado, mais de 3,7 milhões de pessoas de 173 países se conectaram.

Entre os mais de 200 desfiles espalhados por toda Manhattan os mais esperados são os de Marc Jacobs, Ralph Lauren, Victoria Beckham, Proenza Schouler, Jason Wu, Prabal Gurung e Calvin Klein.

Se a neve voltar à cidade, a maratona pode ser atrapalhada para modelos, estilistas, cabelereiros, compradores, jornalistas e organizadores.

Quanto à moda em si, já existem tendências para esta semana, durante a qual Donna Karan festejará seus 30 anos de indústria e Diane Von Furstenberg o 40º aniversário de seu célebre vestido transpassado (wrap dress).

Tommy Hilfiger anunciou, por exemplo, uma coleção com o tema exploradores, Alexander Wang disse se inspirar na questão da sobrevivência e Diane Von Furstenberg, no balé russo.

Alguns especialistas antecipam um estilo muito "oeste americano" e outros, a volta do xadrez escocês.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo