Entretenimento

Parlamento turco adota medidas de controle da Internet

05/02/2014 21h54

ANCARA, 05 Fev 2014 (AFP) - O Parlamento turco aprovou nesta quarta-feira uma série de medidas que permitem reforçar o controle da Internet por parte do Estado, apesar dos protestos de várias ONGs.

A nova lei permite que as autoridades de telecomunicações (TIB) bloqueiem sem decisão prévia da Justiça as páginas de Internet que violam a privacidade, ou publicam conteúdos "discriminatórios, ou insultantes".

A lei também permite ao TIB solicitar que os provedores de acesso à Internet comuniquem ao órgão os sites visitados pelos internautas e conservem as informações durante dois anos.

As novas disposições foram apresentadas por um deputado do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP) e adotadas ao fim de um acalorado debate com a oposição. Os opositores denunciaram a "censura" que o governo islâmico conservador do primeiro-ministro, Recep Tayyip Erdogan, que impor no país.

O AKP dispõe de maioria absoluta de 319 cadeiras do total de 550.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo