Entretenimento

Principal TV da oposição na Rússia ameaçada de fechamento

04/02/2014 09h46

MOSCOU, 04 Fev 2014 (AFP) - A principal televisão da oposição na Rússia, Dojd, afirmou nesta terça-feira estar ameaçada de fechamento depois que os principais operadores a cabo decidiram deixar de transmiti-la por ter feito uma pesquisa de opinião sobre o cerco a Leningrado.

A rede havia pedido a opinião de seus telespectadores e internautas sobre se as autoridades soviéticas deveriam ter entregado a cidade, atualmente São Petersburgo, aos nazistas "para salvar centenas de milhares de vidas".

Na noite de segunda-feira, o operador TriColor TV anunciou que retirava a Dojd de sua oferta a partir de 10 de fevereiro. Anteriormente Akado, Rostelecom e Beelin já haviam agido da mesma forma.

"É o operador mais importante que nos restava. No início não cedeu às pressões e tínhamos muitas esperanças" de que não o fizesse, afirmou à AFP Mikhail Zygar, redator-chefe da rede, um dos poucos meios de comunicação críticos ao presidente Vladimir Putin.

"Seu abandono (...) é uma linha vermelha que demonstra que é travada uma autêntica guerra contra nós", acrescentou.

Com milhões de clientes, a TriColor TV constitui a principal difusora da Dojd, que cobriu amplamente a libertação das integrantes do grupo russo punk Pussy Riot.

A pesquisa que originou o escândalo foi publicada por ocasião dos 70 anos do final do cerco de Leningrado (de setembro de 1941 a janeiro de 1944), no qual a cidade perdeu dois terços de seus habitantes, mortos de fome, frio, cansaço ou pelos bombardeios.

A rede a retirou rapidamente e a direção se desculpou.

Os grupos parlamentares da Duma (câmara baixa do Parlamento russo) condenaram por unanimidade esta pesquisa de opinião, por considerar que é uma ofensa à memória dos antigos combatentes.

Vários comentaristas liberais denunciam um ataque político a esta rede muito crítica ao Kremlin.

O delegado do Kremlin para os direitos humanos, Vladimir Lukin, condenou que algumas empresas deixassem de transmitir a Dojd.

"É uma rede com muito êxito, brilhante e interessante", estimou, citado pela agência Interfax, embora critique a pesquisa.

or-gmo/edy/ros/erl/ra/ma

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo