Entretenimento

Facebook comemora 10 anos e chega à maturidade

03/02/2014 16h06

NOVA YORK, 03 Fev 2014 (AFP) - O Facebook comemora nesta terça-feira dez anos de vida e chega à maturidade como uma máquina de gerar publicidade, após sobreviver a uma desastrosa entrada na Bolsa de valores e ver seus usuários envelhecerem.

"Tem sido uma viagem incrível", declarou recentemente o presidente e criador do Facebook, Mark Zuckerberg.

A rede social, que nasceu em janeiro de 2004 em um dormitório da Universidade de Harvard, se transformou em uma empresa mundial que conecta milhões de pessoas e que transformou Zuckerberg em um dos mais jovens bilionários do planeta.

"O Facebook tornou o mundo menor, mais interativo. Une as famílias, os amigos, os vizinhos pelo do mundo. É um verdadeiro fenômeno social", explicou à AFP Trip Chowdhry, analista da Global Equity Research.

"Mais de 20% do tempo que se passa na internet é destinado ao Facebook. O site realizou com êxito a transição do computador para a plataforma móvel. O que eles conseguiram fazer é assombroso", considerou Lou Kerner, fundador da empresa de investimentos Social Internet Fund.

Redenção na Bolsa de Valores Mas nem tudo foi um mar de rosas para o rei das redes sociais. Em 2012, a entrada do Facebook na bolsa de valores de Nova York resultou num desastre repleto de problemas técnicos e com uma brusca queda das ações, que perderam metade de seu valor em três meses.

A empresa, porém, se reergueu e as ações, hoje, chegam a níveis recordes. "É a maior história de crescimento no setor de internet americano", afirmam analistas do CitiBank.

Assim, em poucos trimestres, o Facebook encontrou uma maneira melhor de lucrar com publicidade, de onde tira a maior parte de sua renda (como todo serviço gratuito de internet), focando nas pequenas telas do smartfones.

A receita da empresa acabou explodindo no ano passado, ultrapassando o site de buscas Yahoo! e ocupando o segundo lugar no mercado mundial de publicidade online, com 5,7% do mercado, de acordo com a eMarketer. Mesmo assim, o Facebook permanece longe do primeiro colocado, o Google (com 32,4% do mercado), mas seu crescimento é três vezes mais rápido e se multiplica com a oferta de novos produtos, como o lançamento das primeiras publicidades em vídeo.

O gigante da internet, porém, também precisa lidar com algumas dificuldades. "O Facebook começou a revolução das redes sociais, mas pode não saber controlá-la", advertiu Trip Chowdhry, referindo-se às polêmicas sobre a proteção de dados pessoais dos usuários ou o caráter intrometido das últimas publicidades, assim como a perda de usuários, muitos deles adolescentes, para plataformas concorrentes.

Adolescentes por avós Um estudo recente da iStrategyLabs estimou que em três anos a quantidade de usuários americanos entre 13 e 17 anos de idade do Facebook diminuiu em 3 milhões (-25%), enquanto os de mais de 55 anos aumentou em 12,5 milhões (+80%).

"As pessoas brincam dizendo que para um adolescente não é legal ser amigo da própria mãe no Facebook, só que agora já não é mais a mãe, é a avó", destacou Lou Kerner.

"Não podemos permanecer na crista da onda para sempre. Ou você desaparece, ou se transforma num utilitário, e o Facebook fez isso com muito sucesso", elogiou.

Para o analista, "a perda de usuários adolescentes é mais do que compensada pelo acesso e compromisso das pessoas de maior idade".

A empresa de consultoria Trefis considerou em um estudo que o envelhecimento dos usuários de Facebook pode ser algo positivo para a empresa, já que os adultos têm maior poder de compra que os jovens.

"Os anunciantes investem em conteúdo publicitário no Facebook por uma única razão: vender. A maioria das compras online é de usuários de mais de 25 anos", concluiu a empresa.

soe/sl/arc/am-mvv

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo