Entretenimento

Ásia entra no Ano do Cavalo

31/01/2014 09h13

PEQUIM, 31 Jan 2014 (AFP) - A Ásia celebrava nesta sexta-feira o início do Ano do Cavalo com os tradicionais fogos de artifício, embora o ano se apresente tumultuado na região, segundo as previsões dos mestres de feng shui.

Tanto no campo quanto nas grandes cidades do continente asiático os chineses passavam o dia com a família ou nos templos.

A festa é organizdaa no leste e no sudeste asiático, mas, sobretudo, nas zonas receptoras da diáspora chinesa.

Muitos chineses, entre eles 245 milhões de trabalhadores migrantes, invadiram estações e aeroportos por ocasião desta celebração, em alguns casos para percorrer milhares de quilômetros em trens ou ônibus lotados para aproveitar apenas poucos dias de férias.

O presidente chinês, Xi Jinping, pronunciou uma mensagem de ano novo a partir da região da Mongólia interior, vestido com um casaco preto e um chapéu.

"Transmito a vocês, assim como as suas famílias, meus desejos de boa saúde e de felicidade", declarou Xi, citado pela agência estatal Xinhua.

A rede de televisão CCTV celebrou a mudança de ano com uma cerimônia que contou com a participação da atriz francesa Sophie Marceu, que cantou a conhecida música de Edith Piaf "La vie em Rose" ao lado da estrela da música pop chinesa Liu Huan.

Outra estrela desta edição, acompanhada por mais de 750 milhões de telespectadores chineses, foi Jackie Chan, ator de filmes de artes marciais.

A Noite de Fim de Ano Chinês na rede CCTV é uma tradição desde 1983. Durante 24 anos, a esposa do atual presidente, Peng Liyuan, uma cantora de ópera, promoveu o evento, mas se afastou pouco antes da ascensão de seu marido ao Gabinete Político do Partido Comunista Chinês, em 2007.



Fogos de artifício e presentes por telefone

O céu de Pequim foi tomado a partir da meia-noite por fogos de artifício e os habitantes da capital saíram às ruas para lançar seus próprios fogos, que, segundo a lenda, caçam os espíritos malignos, embora as autoridades tenham limitado neste ano a venda com a esperança de reduzir a poluição do ar, segundo o jornal China Daily.

Na China, o cavalo representa tradicionalmente a lealdade e a energia e é o animal mais popular no calendário lunar, atrás apenas do dragão.

Mas este ano está associado à madeira, uma combinação explosiva, segundo os mestres de feng shui, alguns dos quais previram novos problemas para o cantor Justin Bieber, além de conflitos, catástrofes naturais e meses difíceis para as economias asiáticas.

O ano de cavalo de madeira anterior ocorreu em 1954, um ano marcado pelos testes nucleares americanos e soviéticos e pela batalha do Dien Bien Phu, na qual a França perdeu a Indochina.

Os antigos costumes do Ano Novo chinês incluem o "hongbao", ou entrega de dinheiro em um envelope vermelho aos parentes ou funcionários.

Neste ano, a tradição também migrou aos smartphones graças ao aplicativo WeChat, que conta com mais de 600 milhões de usuários e que permitia enviar até 200 iuanes em um "envelope eletrônico", informou o China Daily.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo