Entretenimento

Ex-primeira-dama francesa teve a impressão de 'cair de um prédio'

30/01/2014 10h32

PARIS, 30 Jan 2014 (AFP) - Valérie Trierweiler, a ex-companheira de François Hollande, comentou em entrevista à revista Paris Match o que sentiu quando soube do caso do presidente francês com a atriz Julie Gayet.

"Quando soube, foi como se eu tivesse caído de um arranha-céu", afirmou Trierweiler em relação a esta revelação feita em 10 de janeiro por uma revista de celebridades.

"Eu havia ouvido rumores, evidentemente, mas circulavam rumores sobre todo mundo. Sobre mim também e eu não prestava atenção", explicou.

"Pode parecer estranho, mas não atravesso um período de crise", assegurou à Paris Match, revista onde deixou de trabalhar quado se transformou em primeira-dama.

"Não é a primeira ruptura de minha vida. É violenta porque é midiática", disse ainda.

"A política é um mundo no qual a traição dá frutos, e esses não são meus valores", afirmou, acrescentando que "não lamenta nada".

"O que vivi foi uma sequência de vida extraordinária (...) Vou retomar minha vida de antes, mas ela estará enriquecida por uma experiência nova. Em poucos dias, recebi centenas de cartas e mensagens de apoio".

François Hollande anunciou no sábado passado o fim de seu relacionamento com Trierweiler.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo