Entretenimento

Polícia turca dispersa manifestação contra premier Erdogan

18/01/2014 22h14

ISTAMBUL, 19 Jan 2014 (AFP) - A polícia turca dispersou com jatos d'água e gás lacrimogêneo cerca de duas mil pessoas, neste sábado à noite, que foram às ruas de Istambul pedir a renúncia do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan.

Convocados por associações e partidos políticos, os manifestantes denunciaram a corrupção do regime, assim como o recente projeto de lei destinado a controlar a Internet, aos gritos de "renúncia do governo", ou "todos unidos contra o fascismo".

A polícia intercedeu para dispersar os manifestantes, que responderam jogando pedras, ou erguendo barricadas. Várias pessoas foram detidas.

O Parlamento turco votará em breve um projeto de lei que instaura um rígido controle sobre a Internet, sobretudo, autorizando a vigilância das atividades dos usuários, ou bloqueando determinadas palavras-chave nas buscas on-line.

No poder desde 2002, o governo de Erdogan está mergulhado há um mês em um escândalo de corrupção sem precedentes. Pelo menos três ministros já renunciaram ao cargo.

pa-str/gg/tt

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo