Entretenimento

Arqueólogos dos EUA descobrem tumba de faraó egípcio

15/01/2014 19h55

CAIRO, 15 Jan 2014 (AFP) - Arqueólogos americanos descobriram a tumba de um faraó que reinou o Egito por volta de 3.700 anos atrás, cujo nome era desconhecido até agora, anunciou nesta quarta-feira o Ministério de Antiguidades egípcio.

A equipe da Universidade da Pensilvânia descobriu a tumba do faraó Senebkay no sítio arqueológico de Abydos, na província de Sohag (sul), informou o ministro Mohamed Ibrahim em um comunicado.

O chefe do departamento de Antiguidades Faraônicas do ministério, Ali al Asfar, declarou à AFP que foram descobertos cartuchos reais que revelam o nome completo do faraó sobre o sarcófago dele e numa parede de sua tumba.

Também foi encontrado o esqueleto do faraó, que media 1,85 metro, acrescentou o comunicado. Além disso, foram achados vasos funerários usados para receber órgãos de corpos mumificados, mas nada do mobiliário funerário foi encontrado e se acredita que a tumba foi saqueada durante a época faraônica.

Selon Asfar, estudo da tumba de Senebkay pode revelar que os hicsos - povo semita proveniente do sul da atual Síria, que invadiu e comandou o Egito no século XVIII antes da nossa era - não reinaram em todo o país.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo