Topo

Entretenimento

Leilão em Paris de máscaras de tribos ameríndias, apesar de queixa dos EUA

09/12/2013 08h30

PARIS, 09 dez 2013 (AFP) - O leilão previsto para esta segunda-feira em Paris de máscaras das tribos ameríndias Hopi e Apache San Carlos vai acontecer, apesar do pedido da embaixada dos Estados Unidos para uma suspensão, anunciou a empresa de leilões EVE.

A embaixada americana pediu no sábado à empresa, em nome das duas tribos, que suspendesse a venda "para identificar os objetos, verificar sua procedência e determinar se podem reivindicá-los com base na Convenção da Unesco de 1970 sobre a exportação e a transferência de bens culturais ou de qualquer outra jurisdição".

No entanto, a EVE indicou nesta segunda-feira ter respondido no domingo "que, por um lado, a tribo Hopi teve a possibilidade de fazer valer seus argumentos ante o juiz e que seu pedido foi rejeitado".

Por outro lado, "foi registrada uma troca de mensagens a respeito com a tribo Apache San Carlos, nas quais foram indicados os motivos do leilão", acrescentou a EVE.

"A venda irá ocorrer, portanto, dentro da mais estrita legalidade", concluiu o avaliador, Alain Leroy, em um comunicado.

Na sexta-feira passada, o pedido da associação de defesa dos povos aborígenes Survival International solicitando a suspensão deste leilão de 25 máscaras Hopi foi rejeitado pela justiça francesa. A demanda da tribo Hopi para agir foi declarada inadmissível.

pcm-pjl/blb/jh/tjc/it/ma

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento