Entretenimento

Mãe de Michael Jackson apresenta ação contra produtora AEG

04/12/2013 07h49

LOS ANGELES, 04 dez 2013 (AFP) - A mãe de Michael Jackson apelou da decisão judicial que determinou que a produtora AEG não foi responsável pela morte do artista.

Na ação apresentada à Suprema Corte de Los Angeles, Katherine Jackson, de 83 anos, afirma que o caso teve "erros judiciais" e que novos fatos devem ser considerados.

A mãe do 'rei do pop' pediu indenização de 85 milhões de dólares a AEG Live - empresa que organizava os shows que Michael Jackson faria em 2009 em Londres - por considerar que a produtora é responsável pela morte do filho.

Jackson morreu em 25 de junho 2009 vítima de uma dose excessiva do anestésico propofol em sua mansão alugada em Holmby Hills, na região de Los Angeles. O artista, que tinha 50 anos, ensaiava no local para a turnê "This Is It".

Katherine Jackson alega que a AEG demonstrou negligência ao contratar o cardiologista Conrad Murray, que foi condenado em 2011 a quatro anos de prisão por homicídio culposo e libertado por boa conduta em outubro deste ano.

A AEG sempre alegou que não contratou Murray e que não se considera responsável por seus atos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo