Entretenimento

Detido por disparos em Paris acusa a imprensa e denuncia 'complô fascista'

21/11/2013 09h43

PARIS, 21 Nov 2013 (AFP) - O homem detido por ter baleado um fotógrafo em Paris escreveu cartas que denunciam "um complô fascista", o capitalismo e a "manipulação das massas pelos meios de comunicação", indicou nesta quinta-feira o procurador da capital francesa.

O homem preso na quarta-feira, Abdelhakim Dekhar, de 48 anos, encontra-se detido sob as acusações de tentativa de assassinato e sequestro, declarou o procurador de Paris, François Molins. Dekhar é suspeito de ter ferido um fotógrafo do jornal Libération e de ter disparado contra um banco em um bairro de negócios nos arredores de Paris.

ng-cto-jac/kat/nou/ros.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo