Entretenimento

Fábrica de pianos Pleyel fecha na França

13/11/2013 08h38

PARIS, 13 Nov 2013 (AFP) - Chopin, Liszt e Debussy tocaram suas peças mais famosas nestes instrumentos: a fábrica dos famosos pianos franceses Pleyel fechará suas portas após mais de dois séculos de existência.

O desaparecimento deste símbolo musical da França, que fabricou 250.000 pianos e ganhou reputação internacional, coloca fim a uma longa tradição.

Fundada em 1807, a fábrica Pleyel não pôde resistir à concorrência chinesa ou coreana, embora em 2007 tenha concentrado sua estratégia nos pianos de alta gama.

"A empresa Pleyel confirma o fechamento de sua unidade de produção em Saint-Denis (perto de Paris), que emprega 14 pessoas, diante das perdas recorrentes e do nível muito baixo de atividade", declarou o presidente da manufatura, Bernard Roques.

A fábrica abriu as portas em 1865, com a criação de uma grande unidade de 50.000 m2. Em 1961, a produção foi transferida à Alemanha, antes de retornar à França, em Alès (sul), entre 1996 e 2007.

Posteriormente, a empresa voltou a se instalar em Saint-Denis por ocasião do segundo centenário da marca, e as novas unidades fabricavam - sobretudo - pianos de luxo, para designers não artistas que encomendavam pianos especiais.

mas-bm/ltl/af/ma

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo