Entretenimento

Neto de líder da Alemanha comunista expõe pela 1ª vez no país

01/11/2013 18h16

BERLIM, 01 Nov 2013 (AFP) - O neto do dirigente histórico da então República Democrática Alemã (RDA) Erich Honecker, o pintor germano-chileno Roberto Yañez, fará sua primeira exposição na Alemanha desde a queda do Muro de Berlim, em 1989 - anunciou a galeria berlinense responsável pelo evento.

O artista, que também é músico e escritor, volta a Berlim, cidade que deixou aos 16 anos, após a queda do regime comunista. Seu avô dirigiu o governo do leste alemão de 1976 a 1989 - de acordo com a emissora regional MDR, que produziu um documentário sobre ele.

A exposição será inaugurada em 12 de novembro, ou seja 24 anos e três dias depois da queda do Muro de Berlim.

O artista fugiu com sua família para o Chile, país de origem de seu pai e onde Erich Honecker faleceu, em 1994. A viúva Margot tenta preservar a chama da Internacional Comunista.

"Eu não sabia que ele era responsável pela fronteira entre o Leste e o Oeste", contou Yañez, ao jornal "Bild" em agosto de 2012. "Para mim, era apenas alguém com quem eu ia ao bosque pegar cogumelos. Ele sabia tudo sobre cogumelos, sobre os comestíveis e os venenosos", declarou Roberto Yañez.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo