Entretenimento

Fotógrafo polonês libertado na Síria

31/10/2013 07h25

VARSõVIA, 31 Out 2013 (AFP) - O fotógrafo polonês Marcin Suder, que havia sido sequestrado em julho na Síria, foi libertado, anunciou o ministério das Relações Exteriores da Polônia.

"Teve muita sorte. Conseguiu fugir", declarou à AFP Marcin Wojciechowski, porta-voz do ministério.

"Há vários dias está cercado pela família. Está saudável", completou Wojciechowski.

Marcin Suder, de 34 anos, foi sequestrado em julho durante um ataque ao centro de imprensa de Saraqeb, na província de Idleb (noroeste da Síria).

Jornalista independente, Suder era colaborador das agências Corbis e Studio Melon.

O sequestro não foi reivindicado por nenhum grupo.

O primeiro-ministro polonês, Donald Tusk, afirmou em julho que um grupo perigoso e radical poderia ser o responsável pelo sequestro do fotógrafo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo