Topo

Entretenimento

Alfonso Cuarón acha prematuro falar de um Oscar para "Gravidade"

16/10/2013 16h05

MEXICO, 16 Out 2013 (AFP) - O cineasta mexicano Alfonso Cuarón se mostrou surpreso nesta quarta-feira que seu filme "Gravidade" tenha sido tão bem recebido entre os críticos e os mestres da sétima arte, mas acha prematura pensar em indicações ao Oscar.

"Não esperávamos uma resposta deste tipo", admitiu o diretor do filme protagonizado por Sandra Bullock e George Clooney e que está batendo recordes de bilheteria.

"Gravidade" tem recebido críticas que o comparam até mesmo ao épico "2001: Uma Odisseia no Espaço" (1968), de Stanley Kubrick. Também foi aplaudido por diretor como Steven Spielberg, Quentin Tarantino e James Cameron, que recentemente assegurou que "é o melhor filme sobre o espaço jamais feito".

Cuarón disse também que, desde que o filme estreou, só ficou nervoso em duas ocasiões: durante uma apresentação especial para astronautas, e quando começou a receber ligações e e-mails de colegas entusiasmados.

"Já não posso pedir mais nada", afirmou o diretor de 52 anos.

Indagado sobre a possibilidade de "Gravidade" ganhar mais de uma estatueta do Oscar, Cuarón foi prudente: "É verdade que tenho sonhado com isso, mas não, ainda é prematuro".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento