PUBLICIDADE
Topo

George Washington finalmente adquire sua biblioteca presidencial

27/09/2013 19h44

MOUNT VERNON , Estados Unidos, 27 Set 2013 (AFP) - George Washington (1732-1799), o primeiro e mais elogiado dos presidentes americanos tem, por fim - mais de 200 anos após a sua morte - sua biblioteca presidencial, inaugurada na sexta-feira perto de sua residência em Mount Vernon, perto de Washington.

A biblioteca e centro de pesquisas abriga 103 das cerca de 1.200 obras do pai fundador dos Estados Unidos, às quais se somam mais de 2.000 edições de época, 6.000 manuscritos históricos e umas 12.000 obras, periódicos e livros que tratam da vida e obra do ex-presidente.

O edifício de 4.000 m2 de três andares, construído com arquitetura clássica de pedra clara, se ergue em meio a um parque a centenas de metros da residência histórica de Mount Vernon, onde viveu e foi enterrado George Washington.

Os preciosos livros e manuscritos foram colocados em pequenas salas adjacentes sem janelas.

O primeiro presidente tinha enciclopédias, obras de poesia e de teatro, "mas ele amava mais os livros de agricultura, os livros que tratam de política e de guerra, os livros para estudar. Era um homem de ação, que não tinha recebido educação formal", disse à AFP o diretor da biblioteca, Douglas Bradburn.

O custo da nova biblioteca, de 106,4 milhões de dólares, foi integralmente financiado por doações privadas coletadas pela fundação Damas de Mount Vernon, associação que administra e abre ao público a residência presidencial desde 1860.

As bibliotecas presidenciais são habitualmente montadas graças a associações público-privadas, embora os documentos sejam de propriedade dos Arquivos Nacionais.