PUBLICIDADE
Topo

Paris inaugura grande restrospectiva que reabilita Georges Braque

17/09/2013 10h22

Pela primeira vez em 40 anos, Paris apresenta a partir desta quarta-feira (18) uma ampla restrospectiva de Georges Braque, fundador do cubismo junto a Picasso e Juan Gris, mas que havia caído no esquecimento depois de idolatrado no pós-guerra.

Cerca de 200 pinturas de Braque (1882-1963) integram esta mostra apresentada no Grand Palais e que abrange toda a carreira do pintor francês.

Desde seu início no fauvismo até a sombria paisagem achada no cavalete do artista no dia de sua morte, Braque foi "um homem discreto, introvertido e amigo fiel", segundo Brigitte Leal, diretora adjunta do museu nacional de arte moderna de paris e curadora da exposição.

Paris não organiza uma retrospectiva completa do artista desde a realizada em 1973 no Museu de La Orangerie.