PUBLICIDADE
Topo

Astrolábio do século XVI volta a museu sueco 14 anos após roubo

21/08/2013 17h27

ESTOCOLMO, 21 Ago 2013 (AFP) - Um astrolábio do século XVI foi devolvido nesta quarta-feira a um museu sueco, de onde tinha sido roubado há 14 anos, informou o conservador da instituição.

O astrolábio "foi entregue hoje e desde já está em exposição", declarou à AFP Bengt Kylsberg, conservador do museu-castelo de Skokloster, perto de Estocolmo.

Ele informou que o astrolábio se encontra "em bom estado" e que não tem "nenhum traço indicando onde pode ter estado" durante os anos em que esteve desaparecido.

A peça em cobre e prata foi fabricada na Alemanha em 1590 por Martinus Weiler. Com valor estimado em 400 mil dólares, este instrumento científico raro fazia medições astronômicas.

Furtado em 1999, o objeto foi descoberto no começo do verão (hemisfério norte) quando um colecionador italiano tentava vendê-lo e pediu a seu advogado para consultar uma base de dados informática de obras roubadas, a Art Loss Register (ARL).

"Depois que nós confirmamos que se tratava da mesma peça que a registrada no FBI e na Interpol, negociei com o advogado a devolução do astrolábio", explicou Christopher Marinello, advogado especializado na recuperação de obras catalogadas da ALR.

"Não houve dinheiro envolvido", acrescentou. Ele não deu detalhes sobre a forma como o colecionador italiano conseguiu a peça.

Em janeiro passado, Marinello ajudou na devolução ao Museu de Arte Moderna de Estocolmo de um Matisse que tinha sido roubado vinte e cinco anos atrás.