Entretenimento

Carta de Dreyfus é leiloada por 457.000 euros

29/05/2013 12h46

PARIS, 29 Mai 2013 (AFP) - Uma carta escrita em 1895 pelo capitão de artilharia Alfred Dreyfus, judeu francês acusado falsamente de traição, foi arrematada por 457 mil euros (591.490 dólares), em um leilão na quarta-feira na Sotheby's de Paris.

A carta escrita por Dreyfus (1859-1935), um ano depois de ter sido condenado por traição e afastado do Exército, estava avaliada entre 100 e 150 mil euros (130 e 196 mil dólares).

A carta foi leiloada a uma pessoa que fez ofertas por telefone, constatou a AFP no leilão na Sotheby's.

A soma alcançada pela carta inclui a comissão da casa de leilões.

"Fui condenado pelo crime mais infame que um soldado possa cometer, e sou inocente", escreveu Dreyfus em sua cela na ilha de Re (em frente à costa atlântica francesa).

O neto de Dreyfus, Charles Dreyfus, se opôs à venda, ressaltando o grande interesse histórico da carta que seu avô tinha enviado ao Ministério do Interior.

Dreyfus, que foi vítima de um erro judicial, em um contexto de antissemitismo e espionagem - caso que levou o escritor Emile Zola a publicar sua famosa carta "Eu Acuso" - foi reabilitado apenas em 1906.

cha.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo