PUBLICIDADE
Topo

Parque olímpico de Londres abre suas portas para mostrar sua metamorfose

30/03/2013 14h10

LONDRES, 30 Mar 2013 (AFP) - Cerca de oito meses após a realização dos Jogos, o parque olímpico de Londres abriu suas portas na sexta-feira aos visitantes que desejarem conhecer a metamorfose deste local emblemático.

As visitas poderão ser realizadas até 23 de junho, durante os fins de semana e as férias escolares, e os visitantes conhecerão como o local se transformou de uma infraestrutura esportiva em um bairro londrino.

Por 15 libras (17 euros) os adultos e 7 libras as crianças, os interessados poderão ter acesso a uma exposição sobre o parque e a um trajeto de ônibus. Além disso, irão ao topo da torre panorâmica Orbit, símbolo dos Jogos.

Situada junto ao Estádio Olímpico, esta escultura de aço, "a maior do Reino Unido (114 metros), oferece uma excelente vista do parque, e também de Londres".

Os visitantes deverão utilizar capacete e colete fluorescente porque os trabalhos continuam no parque, que sofrerá mudanças importantes antes do início de sua reabertura oficial, em julho.

Cerca de 23.000 ingressos já foram vendidos, segundo a London Legacy Development Corporation, responsável pela transformação das instalações dos Jogos Olímpicos-2012.

A visita ao local é "uma grande oportunidade de descobrir o antigo parque olímpico e observar a criação de um futuro bairro", situado no leste de Londres, segundo os organizadores.

"As mudanças no local são tão rápidas que uma visita será diferente da outra", acrescentam.

Como era de se esperar, as instalações temporárias, como os restaurantes (entre eles o maior McDonalds do mundo), pavilhões e banheiros públicos desapareceram.

Também não estão presentes o campo de hóquei e parte das arquibancadas do centro aquático, cuja capacidade caiu drasticamente de 17.500 para 2.500 espectadores.

Algumas partes do parque, de 226 hectares, serão transformadas em cafés, jardins, casas e escolas. E um pedaço da cerca que o isolava será derrubada, fazendo com que os ônibus possam ter acesso ao local no futuro.

A transformação do "Queen Elizabeth Olympic Park" terá um custo total de 292 milhões de libras (346 milhões de euros) e será aberto ao público progressivamente, em três fases, a última fixada para a primavera (do hemisfério norte) de 2014.

A instalação mais emblemática dos Jogos, o Estádio Olímpico, sofrerá apenas transformações internas, com o objetivo de ser transformado no campo de futebol do West Ham, que concordou em alugá-lo por 2 milhões de libras por ano a partir de agosto de 2016.

O Estádio Olímpico também abrigará shows de rock neste verão e será a sede do campeonato mundial de atletismo em 2017.