Topo

Entretenimento

Morre o influente músico indiano Ravi Shankar

12/12/2012 06h15

NOVA DELHI, 12 dez 2012 (AFP) - O mestre indiano da cítara Ravi Shankar, que exerceu grande influência sobre músicos ocidentais, dos Beatles aos Rolling Stones, faleceu aos 92 anos.

Shankar, pai da cantora e compositora americana Norah Jones, faleceu no hospital de San Diego (Califórnia), onde passou por uma cirurgia.

O lendário citarista morreu na terça-feira ao lado da família depois de passar por uma cirurgia, que "potencialmente poderia ter representado uma nova vida", afirma a família em um comunicado.

"Com grande tristeza escrevemos para informar que Pandit Ravi Shankar, marido, pai e alma musical, faleceu hoje", afirma o comunicado assinado por Sukanya e Anoushka Shankar, esposa e filha do músico.

"Como todos sabe, a saúde dele era frágil nos últimos anos e na quinta-feira passou por uma cirurgia que, potencialmente, poderia ter dado uma nova vida".

"Infelizmente, apesar dos melhores esforços dos cirurgiões e médicos, seu corpo não foi capaz de suportar a pressão da cirurgia. Estávamos a seu lado quando morreu", completa a nota.

Shankar faleceu no Scripps Memorial Hospital em La Jolla, perto de San Diego, sul da Califórnia.

"Seu espírito e legado viverão em nossos corações e em sua música", afirma o comunicado.

Shankar, que morava na Califórnia, nasceu em uma família de casta elevada na cidade sagrada de Varanasi, norte da Índia, em 7 de abril de 1920.

Ele ensinou o amigo George Harrison, que faleceu em 2001, a tocar cítara e colaborou com o ex-Beatle em vários projetos, incluindo o famoso show para Bangladesh en 1971. Os Beatles chamavam Shankar de "padrinho da música mundial".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento