Topo

Entretenimento

Locutora que fez 'pegadinha' com família real não para de pensar em enfermeira morta

10/12/2012 09h58

SYDNEY, 10 dez 2012 (AFP) - Uma das apresentadoras da rádio australiana que passou um trote no hospital de Londres onde Kate Middleton estava internada disse nesta segunda-feira entre soluços que "não parava de pensar" na enfermeira do estabelecimento falecida após a brincadeira.

"Infelizmente lembro muito bem deste momento, já que não paro de pensar nisso desde que ocorreu", disse Mel Greig na televisão, em referência à morte de Jacintha Saldanha, a enfermeira do hospital King Edward VII que passou a chamada da locutora a uma de suas colegas.

A locutora se fez passar pela Rainha da Inglaterra para saber detalhes da gravidez de Kate, a duquesa de Cambridge, que estava internada no hospital.

Saldanha, de 46 anos e mãe de dois adolescentes, foi encontrada morta poucos dias depois. A imprensa britânica afirma que ela cometeu suicídio.

"E lembro que minha primeira pergunta foi: é mãe de família?", acrescentou a locutora em suas primeiras declarações após a morte da enfermeira.

Greig e seu colega Michael Christian, ambos apresentadores da rádio 2Day FM, telefonaram para o hospital se fazendo passar pela Rainha Elizabeth II e pelo príncipe Charles.

"Passou pela minha cabeça que a única coisa que queria era entrar em contato com eles, dar-lhes um forte abraço e lhes pedir perdão. Espero que estejam bem, de verdade", acrescentou Greig em outra entrevista televisiva, referindo-se aos familiares da falecida.

Christian também disse estar muito mal. "Destruído, angustiado e obviamente (...) com profunda compaixão por sua família e amigos", afirmou.

Acrescentou que tentou realizar "apenas uma simples, inofensiva e divertida chamada" telefônica.

"Trotes são feitos todos os dias (...). Ninguém poderia imaginar que algo assim iria acontecer", considerou.

"A única coisa que desejamos é que sua família e amigos estejam da melhor forma possível e que estejam recebendo o amor e o apoio que merecem", acrescentou.

A enfermeira do hospital onde a duquesa de Cambridge esteve hospitalizada morreu após ser vítima de um trote da rádio australiana, o que colocou a primeira mancha no conto de fadas de William, Kate e do bebê que esperam.

Ainda não são conhecidas as causas da morte da enfermeira, apresentada pela imprensa após seu falecimento na sexta-feira como um suicídio, mas a polícia espera os resultados da necropsia.

Segundo o Times, Jacintha Saldanha tinha 46 anos e era mãe de dois filhos, um de 16 anos e outra "jovem adolescente". O jornal afirmou que foi encontrada nas dependências reservadas às enfermeiras no hospital.

A enfermeira, que nasceu na região de Mangalore, na Índia, vivia em Bristol com sua família desde 2003.

No domingo, a rádio australiana envolvida no escândalo declarou que a morte trágica da enfermeira era imprevisível.

Executivos da Southern Cross Austereo, o grupo proprietário da rádio 2Day FM, realizaram no domingo uma reunião de emergência para examinar a carta de Lorde Simon Glenarthur, presidente do hospital londrino King Edward VII onde a duquesa Kate era atendida, que considerou a brincadeira "perfeitamente lamentável".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento