Topo

Entretenimento

Reino Unido 'impactado e triste' por morte de enfermeira enganada

08/12/2012 09h41

LONDRES, 08 dez 2012 (AFP) - O Reino Unido despertou neste sábado "impactado e triste" com a morte da enfermeira do hospital onde a duquesa de Cambridge esteve hospitalizada, que foi vítima de um trote de uma rádio de Sydney, primeira sombra no conto de fadas do príncipe William e Kate.

Todos os jornais britânicos, com exceção do Financial Times, destacam a morte em suas primeiras páginas: "a enfermeira do bebê real encontrada morta após um trote telefônico", escreve o Times, que informa que Jacintha Saldanha tinha 46 anos e era mãe de dois adolescentes.

Segundo o jornal, ela foi encontrada nas dependências reservadas às enfermeiras no hospital. A enfermeira, originária da região de Mangalore, na Índia, vivia em Bristol com sua família desde 2003.

"A duquesa triste pela morte ligada a um trote telefônico", afirma o The Daily Telegraph, que lembra que a rádio australiana "seguia divulgando seu trote horas após a morte da senhora Saldanha".

Também acrescenta que a licença da rádio 2Day FM está sob vigilância por cinco dias. Não é a primeira vez que a rádio está na mira do organismo de controle "australiano por violações graves das regras".

"A rádio recebeu uma primeira advertência há três anos quando pressionou uma adolescente a confessar no ar, enquanto sua mãe ouvia, que havia sido estuprada aos 12 anos", afirma o Daily Telegraph.

Os tablóides insistem no impacto do suicídio em Kate, a esposa do príncipe William.

O Daily Mirror fala em sua primeira página da "agonia de Kate após o suicídio da enfermeira enganada no telefone", temendo que o bebê real "seja associado por toda a sua vida a este espantoso acontecimento".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento