Topo

Entretenimento

Led Zeppelin, Dustin Hoffman e Buddy Guy recebem prêmio na Casa Branca

EFE
O baixista John Paul Jones, do Led Zeppelin, recebe premiação do Centro Kennedy das mãos do presidente americano Barack Obama (2/12/12) Imagem: EFE

03/12/2012 06h57

O presidente americano Barack Obama pediu, em tom de brincadeira, aos integrantes do grupo de rock Led Zeppelin que não atacassem a Casa Branca, em referência aos excessos cometidos pela banda na década de 1970, ao dar as boas-vindas por ocasião da premiação do Centro Kennedy, neste domingo (2).

"Estes rapazes redefiniram o estilo de vida rock n' roll", disse Obama no Salão Leste, a sala de cerimônias da Casa Branca, para o cantor Robert Plant, o guitarrista Jimmy Page e o baixista John Paul Jones, todos com mais de 60 anos.

Obama lembrou os ataques a quartos de hotéis da banda, diante de convidados como o ator Robert de Niro e o guitarrista Jeff Beck.

O presidente fez piada ao lembrar da presença de agentes do serviço secreto e afirmar que as fotos do salão não tinham preço, ao apontar os quadros que incluem uma imagem do ex-presidente George Washington.

A premiação do Centro Kennedy é uma das mais prestigiosas do setor cultural nos Estados Unidos.

O ator Dustin Hoffman, o apresentador de televisão David Letterman, a bailarina Natalia Makarova e o "bluesman" Buddy Guy também estavam entre os premiados de 2012.

Dustin Hoffman recebeu uma homenagem irônica de Robert de Niro, que chamou o colega de "enganador de primeira categoria".

"Dustin, você é um enganador de primeira categoria. Antes, os atores eram bons. E Dustin chegou e fez com que pudéssemos ser um ator verdadeiro e uma estrela", disse o astro de "Taxi Driver".

O ator Morgan Freeman prestou homenagem a Buddy Guy, enquanto Eric Clapton disse que o músico de Chicago é "o maior dos guitarristas vivos".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento