Topo

Entretenimento

Morre Liborio Noval, fotógrafo de Fidel Castro

29/09/2012 17h34

O fotógrafo Liborio Noval, que acompanhou o líder cubano Fidel Castro em inúmeras viagens durante quase meio século, morreu neste sábado em Havana aos 78 anos, anunciou um site oficial cubano, sem indicar a causa da morte.

Liborio Noval nasceu em 29 de janeiro de 1934 e fundou a União de Jornalistas de Cuba e a União de Escritores e Artistas de Cuba. Ele iniciou sua carreira como fotógrafo em 1951, em uma agência de publicidade.

Após a vitória da Revolução cubana em 1959, trabalhou como fotojornalista para diferentes jornais, incluindo o do Partido Comunista cubano Granma. Foi correspondente de guerra no Vietnã e na Nicarágua, e acompanhou por quase 50 anos o número um cubano, Fidel Castro, durante suas viagens.

Documentou as viagens de Fidel na Espanha, Brasil, Bolívia, Colômbia, México, China, Chile, Republica Dominicana, Venezuela, Malásia e Líbia, indicou o site cubadebate.cu.

Em 1999, Noval publicou um livro que reúne 77 fotografias de Fidel.

Mais Entretenimento