Topo

Entretenimento

Caricaturas de Maomé 'jogam lenha na fogueira', segundo L'Osservatore Romano

19/09/2012 11h57

CIDADE DO VATICANO, 19 Set 2012 (AFP) -O L'Osservatore Romano, jornal do Vaticano, considerou nesta quarta-feira que a publicação de caricaturas de Maomé pela revista satírica francesa Charlie Hebdo é uma "iniciativa discutível", que "joga lenha na fogueira".

"No momento em que tentamos com dificuldade reduzir a tensão que toma conta do mundo islâmico em razão do filme 'A inocência dos muçulmanos', corremos o risco hoje da abertura de uma nova frente de protesto", com a publicação das charges do profeta Maomé, ressaltou o L'Osservatore Romano sob o título "Lenha na fogueira".

"A iniciativa discutível do jornal transalpino ameaça jogar ainda mais lenha na fogueira depois do ataque ao consulado americano em Benghazi, no qual morreram o embaixador Christopher Stevens e outros três funcionários", prossegue o jornal.

O L'Osservatore Romano lembra as "manifestações sangrentas" desencadeadas pelo filme e as ameaças terroristas da Al-Qaeda.

O diário cita, principalmente, os protestos em Hyderabad, no sul do Paquistão, e, segundo informações da agência católica Fides, "a situação tensa, e o medo e a preocupação reinantes entre os cristãos".

Depois da publicação por parte da Charlie Hebdo de charges representando o profeta Maomé, o site do jornal foi bloqueado depois de ter sido alvo da ação de hackers, segundo seu diretor.

A França decidiu reforçar a segurança em suas representações no exterior e fechar suas embaixadas e escolas em cerca de vinte países muçulmanos na sexta-feira.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento