Topo

Entretenimento

Feira do Livro de Bogotá começa com mostra dedicada ao Brasil

EFE
O presidente colombiano Juan Manuel Santos fala na abertura da Feira do Livro de Bogotá (16/4/12) Imagem: EFE

18/04/2012 22h30

A XXV edição da Feira Internacional do Livro de Bogotá abriu suas portas ao público nesta quarta-feira com uma oferta de mais de 120.000 títulos e tendo o Brasil como convidado de honra, promovendo a Copa do Mundo de 2014.

Em 58.000 m2, mais de 500 expositores colombianos e estrangeiros participam desse encontro cultural que ocorrerá até 1º de maio, quando se espera que os negócios superem os 20 milhões de dólares, segundo os organizadores.

Os primeiros visitantes começaram a chegar ao meio-dia para percorrer os 23 pavilhões, entre os quais se destaca o de 3.000 m2 que abriga a mostra do Brasil, que recebe o visitante com um passeio pela cultura e geografia brasileira por meio de grandes fotografias suspensas até o teto.

Além de uma variedade de livros, com várias ofertas infantis, o Brasil promove a Copa de 2014 em vídeos.

"Mostramos os estádios, gastronomia, hotéis, aeroportos e a história das cidades onde a Copa vai ocorrer", explicou à AFP Ana Carolina Montesinos, que qualificou a feira de "muito organizada".

Além de livros de literatura, universitários, escolares, políticos, infantis e outros temas, a feira também realiza debates com autores, iniciados nesta quarta-feira com a escritora Nélida Piñón.

Também estão convidados o contista Eric Nepomuceno, o jornalista Fernando Morais, o escritor e ilustrador Roger Mello, o poeta Affonso Romano de Sant'Anna e o romancista Rodrigo Lacerda.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, ao abrir a feira com a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, na última segunda-feira, disse que seu país quer incentivar a leitura desde a infância seguindo o modelo do Brasil, já que a Colômbia ocupa o sexto posto em índices de leitura da América Latina com 2,6 livros por ano.

Mais Entretenimento