Entretenimento

Cartunista francês Moebius morre aos 73 anos

10/03/2012 13h58

PARIS, 10 Mar 2012 (AFP) -O cartunista francês Jean Giraud, que assinou suas obras sob o pseudônimo Moebius, morreu neste sábado aos 73 anos em Paris, anunciou à AFP uma de suas colaboradoras. Ele chegou a trabalhar com o escritor Paulo Coelho no romance "O Alquimista", de 1995.

"Morreu nesta manhã após uma longa doença", indicou uma amiga da família, que também trabalha na editora Moebius Production Jean Giraud.

Jean Henri Gaston Giraud era um dos principais cartunistas franceses e também ficou famoso no Japão e nos Estados Unidos. Grande parte de sua obra é inspirada nos xamãs e no deserto do México.

Nascido no leste de Paris em 8 de maio de 1938, Jean Giraud cursou a escola de arte e começou a atuar como ilustrador para a indústria da publicidade e da moda antes de entrar para o mercado de quadrinhos.

Ficou famoso quando criou o tenente "Blueberry", em 1963, e adotou o pseudônimo de Moebius para as ilustrações de livros e revistas de ficção científica.

"Minha ambição era tremenda", disse uma vez Moebius em entrevista à AFP. "Eu queria arrasar, para que todo mundo na indústria dos quadrinhos ficasse impressionado."

Durante uma exposição na Fundação Cartier para a Arte Contemporânea, em outubro de 2010, o artista reafirmou que possuía uma "dupla personalidade", pelo menos no plano artístico.

"Tenho dois pólos, dois gestos. Quando estou na pele de Moebius, tento fugir do meu 'eu', desenho em estado de transe", explicou.

Além de trabalhar para as principais revistas francesas, ele atuou em parceria com artistas japoneses de mangá e co-produziu com Stan Lee uma aventura do super-herói em quadrinhos americano "Surfistra Prateado".

A arte de Mobieus inspirou filmes como "O Quinto Elemento", de Luc Besson, "Alien", de Ridley Scott, e "O Segredo do Abismo", de James Cameron.

Homenagens ao "gigante" dos quadrinhos e "um dos melhores artistas gráficos do mundo" salpicavam no Twitter logo depois que a notícia de sua morte foi divulgada.

O ministro da Cultura francês, Frederic Mitterrand, disse que a França perdeu "dois grandes artistas", se referindo a Giraud e seu pseudônimo.

"O grande Moebius morreu hoje, mas o grande Moebius ainda vive", postou o escritor Paulo Coelho no Twitter. Moebius ilustrou o romance "O Alquimista", de Paulo Coelho, em 1995. "O corpo dele morreu hoje, mas seu trabalho está mais vivo do que nunca", completou.

Benoit Mouchart, diretor-artístico do Festival Internacional de Quadrinhos, em Angouleme, sudeste da França, afirmou que a "França perdeu um de seus artistas mais conhecidos no mundo".

"Em Japão, Itália, Estados Unidos, ele é uma estrela incrível que influenciou os quadrinhos mundiais."

"Ele era incrível, disse uma vez que queria mostrar o que os olhos nem sempre veem.".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo