Entretenimento

Oriental DreamWorks lançará em 2016 filme 'com DNA chinês'

19/02/2012 14h58

LOS ANGELES, 19 Fev 2012 (AFP) -A DreamWorks Animation, a gigante de Hollywood do cinema de animação que acaba de anunciar a criação com seus sócios chineses de um estúdio de produção em Xangai, lançará a partir de 2016 filmes "com DNA chinês", disse à AFP seu presidente, Jeffrey Katzenberg.

O anúncio, feito na sexta-feira em Los Angeles durante a visita do vice-presidente e provável próximo líder chinês Xi Jinping, converte a DreamWorks Animation em uma instituição de peso em um mercado muito fechado para a produção estrangeira, mas que tem um crescimento exponencial.

"Estamos trabalhando nos detalhes desta sociedade há um ano", disse Katzenberg em uma entrevista à AFP.

"O que os chineses querem é criar sua própria marca de entretenimento familiar. Produtos que sejam criados por chineses, para os chineses, na China, e de uma qualidade que os torne competitivos não apenas em seu mercado, mas em todo o mundo", explicou.

O novo estúdio, batizado de Oriental DreamWorks, será 55% das empresas estatais chinesas China Media Capital (CMC), Shanghai Media Group (SMG) e Shanghai Alliance Investment (SAI), e 45% da DreamWorks Animation.

Este gigante compromisso marca uma mudança de estratégia para Hollywood, freado pelas rígidas cotas de obras estrangeiras que são admitidas em território chinês: apenas 20 filmes por ano.

"O que queremos fazer há anos é fazer com que nossos produtos e filmes entrem na China", disse Katzenberg.

"Mas não era o que os chineses queriam", observou. "Queriam as ferramentas e o conhecimento para serem capazes de criar seus próprios filmes, coisa que acontece em muitos outros países, não é um caso único".

"O que é único, por sua vez, é que, em cinco ou sete anos, a China será o primeiro mercado mundial", acrescentou. "E, se conseguirmos criar uma grande marca familiar neste mercado, seu valor será gigantesco".

Assim, a DreamWorks Animation enviará desenhistas, técnicos e animadores à China para formar os profissionais asiáticos.

"Isto criará mais empregos na DreamWorks Animation nos Estados Unidos e mais oportunidades", assegurou Katzenberg. "Uma centena de pessoas de nosso estúdio vieram nos dizer que gostariam de formar parte do (novo) estúdio, ir à China durante dois anos para educar e formar" os profissionais chineses.

Além disso, a Oriental DreamWorks, diferentemente da DreamWorks Animation, também produzirá filmes não animados, disse o chefe do estúdio que criou franquias como "Shrek", "Kung Fu Panda" e "Madagascar".

A primeira produção da Oriental DreamWorks "sairá em 2016 e temos meia dúzia de projetos nos quais trabalhamos ativamente desde o ano passado", explicou Katzenberg.

Será realizado um "Kung Fu Panda 3" em Xangai? "Não acredito", respondeu o executivo. "A ideia é criar filmes originais que serão produzidos na China. Mas estes filmes serão inspirados, como 'Kung Fu Panda', na cultura, na literatura ou na história da China. Seu DNA será chinês, este é nosso objetivo".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo