Entretenimento

Comando da Polícia Militar do RJ nega existência de greve

10/02/2012 10h57

RIO DE JANEIRO, 10 Fev 2012 (AFP) -O Comando da Polícia Militar do Rio de Janeiro afirmou nesta sexta-feira que todas as suas unidades estão trabalhando normalmente e negou que exista uma greve, depois da paralisação decretada na madrugada por centenas de policiais e bombeiros numa assembleia realizada a uma semana do Carnaval.

"O Comando da Polícia Militar informa que todas as suas unidades estão em pleno funcionamento, contando, inclusive, com o apoio de policiais do Batalhão de Operações Especiais e do Batalhão de Choque nas patrulhas", indicou o comando da Polícia Militar em um comunicado.

"Não há paralisação de nenhum tipo de serviço para o cidadão. A polícia militar reitera seu compromisso com a segurança da população do Rio de Janeiro", acrescenta a nota.

Líderes sindicais das polícias Civil, militar e dos bombeiros decretaram na madrugada de sexta-feira o início de uma greve em uma votação no centro do cidade, a uma semana do Carnaval.

Os policiais do Rio de Janeiro somaram-se assim à greve iniciada pelos colegas da Bahia exigindo aumento salarial.

As polícias Civil e Militar do estado do Rio, assim como os bombeiros, decidiram entrar em greve insatisfeitos com o aumento salarial progressivo de 39% aprovado horas antes pela Assembleia Legislativa do Rio.

Após uma assembleia de cinco horas realizada na praça Cinelândia, no centro do Rio, a greve foi aprovada em uma votação entre os cerca de 2.000 oficiais presentes.

"Amanhã (sexta-feira), não haverá polícia civil, militar nas ruas, estaremos todos aquartelados, e apenas sairemos para eventos que envolverem risco de morte", disse após a votação o bombeiro Laercio Soares, presente na assembleia, à AFP.

"População: estamos com vocês. Fiquem tranquilos. Apenas pedimos que não saiam às ruas, não levem seus filhos ao colégio, e o comércio não deve abrir neste momento. É muito importante resguardar a vida", afirmou por sua vez o policial militar Thiago Rodrigues dos Reis.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo