Entretenimento

Facebook colocará à prova apetite de risco dos investidores

02/02/2012 13h06

WASHINGTON, 2 Fev 2012 (AFP) -A rede social Facebook, que apresentou na quarta-feira seu registro de entrada em bolsa, testará o apetite dos investidores neste início de ano através de uma oferta estimada em 5 bilhões de dólares em ações.

"O Facebook é o rei das redes sociais e é um sonho poder anunciá-lo", disse na quarta-feira a analista Kathleen Smith, da gestora Renaissance Capital, especializada em oferta de ações.

A empresa não informou se a plataforma de negócios será o Nasdaq ou o New York Stock Exchange (NYSE).

Caso os rumores de uma valorização entre 75 e 100 bilhões de dólares se confirme, o site criado há oito anos em um dormitório de estudantes será de imediato um dos pesos pesados do mercado, com seu papel permanecendo entre os 40 mais caros.

Além disso, a ação da empresa deverá apresentar o valor mais alto para uma estreia em bolsa nos Estados Unidos, disse a Renaissance Capital.

O site, que dispõe de 845 milhões de usuários registrados, não informou a data prevista para a operação, que promete ser a maior dos mercados de ações. Em 2011, o Facebook apresentou lucro líquido de 668 milhões de dólares.

"Não criamos serviços para ganhar dinheiro, ganhamos dinheiro para criar serviços melhores", disse o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, em uma carta aos investidores que acompanha o projeto.

O Facebook "não foi criado originalmente para ser uma empresa", disse Zuckerberg. "Foi criado para cumprir uma missão social, para fazer o mundo mais aberto e conectado".

"Acreditamos que seja importante que todos os que investirem no Facebook entendam o que significa essa missão para nós, como tomamos decisões e por que fazemos as coisas que fazemos", disse Zuckerberg.

"Há uma enorme necessidade e é uma grande oportunidade para que todos no mundo estejam conectados, para dar uma voz a todos e ajudar a transformar a sociedade no futuro", completou.

Zuckerberg, cujo patrimônio foi estimado em 17,5 bilhões de dólares pela revista Forbes, será o maior acionista individual da empresa.

"É difícil pensar em uma estreia em bolsa na história recente, levando em conta inclusive a abertura de capital do Google (em 2004) ou do Netscape (1995) ou ainda Yahoo! (1996), que tenha desencadeado tal entusiasmo", disse o analista Michael Gartenberg, da consultoria Gartner.

Segundo Gartenberg, as ações da empresa já estão sendo cotadas a um nível elevado nos mercados paralelos, como SecondMarket e SharesPost, onde alguns empregados e investidores dos primeiros anos da companhia já haviam cedido ações.

De acordo com especialistas, um possível sucesso da operação do Facebook pode incentivar o lançamento de mais ações em bolsa este ano.

"Há muitas outras empresas esperando para ver como o mercado reagirá ao Facebook", afirmou Gartenberg.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo