Entretenimento

Empresas de eletrônica dão boas vindas à TV inteligente

13/01/2012 21h04

LAS VEGAS, EUA, 13 Jan 2012 (AFP) -"Adeus, caixa burra. Olá, TV inteligente". Grandes e pequenas empresas presentes à Feira Internacional de Eletrônica de Consumo (CES), que termina esta sexta-feira em Las Vegas, apostam na televisão ligada à internet, uma tendência que ganha cada vez mais adeptos.

A obsessão mundial pela conectividade da maior tela da casa à web capta o interesse das novas empresas de software, dos fabricantes de aparelhos de TV, mas também dos gigantes da informática, como Google, Microsoft e até Apple.

"A televisão está se tornando rapidamente a porta de entrada do conteúdo de internet", disse o vice-presidente executivo da Sony, Kazuo Hirai, durante uma conferência na CES, grande feira mundial de alta tecnologia celebrada anualmente em Las Vegas (Nevada, oeste dos Estados Unidos).

Samsung, Sony e LG Electronics foram algumas das principais marcas a apresentar novos aparelhos de TV inteligentes na CES.

A sul-coreana LG anunciou que está fabricando chips próprios para permitir que seus televisores se conectem à internet, além do controle remoto por reconhecimento de gestos e voz.

"Desde o começo da revolução da TV inteligente, vimos que os chips da indústria nos impediam oferecer um grande rendimento", disse o diretor técnico da LG Electronics, Scott Ahn.

"A partir deste ano, vamos aplicar nossa própria linha de chips L a uma linha de TV premium", anunciou.

A LG se somou a um punhado de fabricantes que produzem televisores que se conectam à internet com software da Google TV, lançado em 2010.

"Acreditamos ter algumas grandes tecnologias que farão da Google LG uma opção popular", disse Ahn.

O motor de buscas pioneiro na internet Yahoo! lançou a tendência no CES há três anos, com aparelhos chamados Connected TV, que tinham dispositivos integrados que permitiam a conexão com serviços online, da mesma forma que os 'apps', ou aplicativos atuais, vinculam os dispositivos móveis a jogos, vídeo ou conteúdo da internet.

Mais de oito milhões de televisores foram vendidos com estes aparelhinhos do Yahoo! e as vendas aumentam ao ritmo dos avanços tecnológicos. Mais equipamentos agoram vêm com conexão sem fio à rede, segundo o diretor da Connected TV, Russell Schafer, que disse à AFP que a próxima etapa é "proporcionar conteúdo relevante".

As jovens empresas americanas Frequency e Shodogg se fizeram conhecer no CES, ajudando os espectadores a discernir entre a impactante quantidade de vídeos disponíveis quando a TV se conecta à internet.

A Frequency lançou versões para navegador de internet e iPad de um serviço que permite ao usuário programar os canais segundo suas preferências.

"Basicamente, a gente pode criar um guia de TV pessoal", disse o diretor executivo da Frequency, Blair Harrison, ao exibir a nova tecnologia em um iPad.

"Posso ver Facebook, TMZ, TED... como se fossem canais de vídeo, ou criar canais sobre um tema em particular", acrescentou.

Os aplicativos do Frequency são gratuitos e o software estará incluído nos aparelhos este ano, segundo Harrison.

"Quando chego em casa, quero ligar a televisão e que ela me diga, 'Olá, Blair, isto é o que você quer ver'", disse, ao ilustrar o futuro das televisões inteligentes.

A Shodogg lançou um serviço que permite às pessoas "buscar, misturar e compartilhar" vídeo online e sem fio através de todo tipo de dispositivo, de aparelhos de TV a tablets e 'smartphones'.

"Você pode estar vendo um vídeo em casa, passá-lo ao dispositivo móvel e terminar de vê-lo no transporte público", disse Rajiv Lulla, um dos diretores da Shodogg, no estande da feira CES.

O aplicativo da Shodogg é gratuito. O faturamento da empresa vem de ganhos de publicidade em vídeos dirigidos no serviço.

A feira CES (International Consumer Electronics Show) foi inaugurada na terça-feira com um recorde de 3.100 empresas de todo o mundo, exibindo uma ampla gama de dispositivos, em um espaço equivalente a mais de 35 campos de futebol.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Entretenimento

Topo