Entretenimento

Stradivarius atraem cada vez mais compradores

France Presse

09/11/2011 19h27

PARIS, França, 9 Nov 2011 (AFP) -Os mais famosos instrumentos de corda, os Stradivarius e os Guarnerius, estão atraindo cada vez mais investidores nas salas de leilão ou nos sites especializados, às vezes em benefício dos próprios artistas.

Seguindo a tendência, o violino do mestre americano Lorin Maazel, um Guadagnini de 1783, será arrematado nesta quinta-feira na Casa Tarisio, que possui sucursais em Nova York e Londres e vende pela Internet desde sua criação, em 1999.

O dinheiro arrecadado será revertido em benefício de jovens músicos que participam do Festival de Castleton, fundado pelo próprio Maazel em 2009, na Virgínia.

"Toquei esse Guadagnini pela primeira vez aos 15 anos e, desde então, foi minha companhia mais próxima", disse o músico.

Já o violino "Lady Blunt", um Stradivarius de 1721 de propriedade da Fundação Japonesa de Música, foi arrematado pela casa Tarisio no dia 20 de junho passado por 15,9 milhões de dólares, uma soma recorde que está sendo empregada na ajuda às vítimas do tsunami. A identidade do comprador não foi revelada.

"É difícil saber quem compra os instrumentos", explicou à AFP o 'luthier', fabricante de violinos, parisiense Bernard Salin. "Os compradores, muitas vezes milionários, geralmente querem permanecer anônimos", disse.

Existem atualmente cerca de 600 Stradivarius no mundo, devidamente catalogados, de um total de aproximadamente 1.000 construídos por Antonio Stradivarius (1644-1737), o mais famoso de Cremona.

Lorenzo Guadagnini perpetuou a tradição dos Stradivarius, especialmente Giuseppe Guarnerius, conhecido como Guarneri del Gesú.

Os mais belos violinos datam da fase de maturidade de Stradivarius, entre 1710 e 1725.

Em relação aos Guarnerius, existem 90 dos aproximadamente 200 fabricados, caracterizados pela sonoridade poderosa.

ds/fa/sd

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo