Entretenimento

Investigação indica que Winehouse teve 'morte acidental' por abuso de álcool

26/10/2011 11h27

LONDRES, 26 Out 2011 (AFP) -A cantora britânica Amy Winehouse sofreu uma "morte acidental" após consumir uma quantidade elevada de álcool depois de um período de abstinência, concluiu nesta quarta-feira em Londres a investigação sobre seu falecimento.

Os resultados apontam que a quantidade de álcool absorvida por ela foi cinco vezes superior à taxa permitida para dirigir.

O álcool aparentemente envenenou a "diva trash do soul", que estava há três semanas sem ingerir a substância quando foi encontrada morta em seu domicílio do bairro turístico de Camden, no dia 23 de julho, segundo a investigação.

"Havia consumido álcool suficiente, com 416 miligramas por decilitro (de sangue), e a consequência não deliberada deste nível potencialmente fatal foi sua repentina e inesperada morte", indicou a responsável pela investigação judicial, Suzanne Greenway.

Com apenas 27 anos, Amy Winehouse tinha um longo histórico de problemas com drogas e álcool.

O cadáver de Amy foi encontrado em seu apartamento por seu guarda-costas, que a deixou sozinha por cinco horas. Andrew Morris afirmou que acreditou em um primeiro momento que a cantora dormia, mas depois de verificar constatou a morte e deu o alerta.

Apesar das especulações iniciais sobre uma possível overdose, a necropsia realizada dois dias após seu falecimento não pôde estabelecer formalmente a causa de sua morte.

Os exames toxicológicos complementares realizados em agosto revelaram a presença de álcool, mas não de drogas.

Durante o funeral da popular intérprete de "Rehab", seu pai, Mitch Winehouse, disse aos presentes que há muito tempo sua filha não era tão feliz como nas semanas anteriores a sua morte. Informou então que Amy havia "vencido" seu vício em drogas e estava "dando duro para gerenciar o quanto bebia".

Ela "podia beber durante duas ou três semanas, e parar pelo mesmo período, e isso era o pior", afirmou o pai em várias entrevistas.

Com sua voz poderosa e seu característico penteado, Amy Winehouse era considerada uma das melhores cantoras britânicas dos últimos anos, ganhando inclusive cinco Grammys Awards, mas seus vícios ofuscaram seu talento.

Após a estreia com "Frank" (2005), seu segundo e último álbum de estúdio, "Back to Black", em 2006, teve uma grande repercussão em todo o mundo, e voltou a subir ao topo das listas de sucessos desde a sua morte.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo