Entretenimento

Filhos de Michael Jackson e artistas participam de tributo ao Rei do Pop

08/10/2011 20h29

CARDIFF, Reino Unido, 8 Out 2011 (AFP) -Os filhos de Michael Jackson ajudaram 40 mil fãs a homenagear o Rei do Pop neste sábado, no show Michael Forever, realizado no Estádio Wales's Millennium, em Cardiff, Grã-Bretanha.

O evento aconteceu após meses de controvérsias envolvendo a sua realização. Mas a presença de Prince, 14; Paris, 13; Blanket, 9, e de astros da música garantiu a atmosfera de celebração.

Entre os artistas que se apresentaram estão a diva do pop americano Christina Aguilera, a lenda da Motown Smokey Robinson, a boy-band britânica JLS e o ícone do soul Gladys Knight.

A irmã de Jackson La Toya, que cantou pela primeira vez em 20 anos, disse após o show que "Michael estava gostando da homenagem", e que "ter todos esses artistas juntos mostra às crianças o quão especial seu pai era".

O caçula de Jackson, Blanket, parecia intimidado, e teve que ser ajudado por seus irmãos ao anunciar a performance da lenda do R&B Beyonce via satélite, direto dos Estados Unidos.

Disputas dentro da família, rumores de vendas fracas de ingressos, e o cancelamento da atração The Black Eyed Peas na última hora ameaçaram a realização do evento, mas não desanimaram os fãs que desejavam homenagear Michael Jackson.

O astro do R&B americano Ne-Yo deu início ao tributo com um cover do hit "Billie Jean". "Não estamos aqui para polêmicas, estamos aqui para celebrar sua música e sua vida", disse, em meio a aplausos.

O público, formado em sua maioria por mulheres, recebeu com entusiadmo a boy-band JLS, que fez um cover de "The Way You Make Me feel", antes de anunciar a participação dos irmãos de Jackson Marlon, Jackie e Tito, para um revival de "Blame It On The Boogie".

A estrela global Beyonce cantou "I Wanna Be Where You Are", direto dos Estados Unidos.

O evento foi defendido pelos irmãos de Jackson Marlon, Tito, Jackie e La Toya, e pela mãe do cantor, Katherine, 81, mas os outros irmãos - Jermaine, Randy e Janet - se opuseram, por acharem que a família deveria estar em Los Angeles, onde o médico particular do cantor está sendo julgado por homicídio culposo.

Também houve uma discordância sobre o que seria feito com a renda do show. Uma parte será destinada ao AIDS Project Los Angeles e Prince's Trust, caridades apoiadas por Jackson.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo