Entretenimento

Valentino romântico, Chanel leve e Paco Rabanne de volta à ativa em Paris

04/10/2011 17h34

PARIS, 4 Out 2011 (AFP) -O estilista italiano Valentino ofereceu nesta terça-feira um momento de grande romantismo, enquanto Chanel apresentou uma coleção fresca e marinha no oitavo dia da Semana de Moda de Paris, dominado pelo primeiro desfile em cinco anos da marca espanhola Paco Rabanne.

A coleção de Valentino, criada por Maria Grazia Chiuri e Pier Paolo Piccioli, foi feminina, de rendas delicadas, sutis transparências, românticos bordados e uma gama de cores tênues, como amarelos suaves, verdes, rosas pálidos e tons crus de branco. Os cabelos das modelos eram presos com tranças de um lado a outro da cabeça, os acessórios eram brincos e colares longos e delicados. Nos pés, sandálias e peep-toes altíssimas.

Ainda que o apaixonante Vermelho Valentino tenha aparecido em alguns looks, a coleção da grife italiana trouxe uma pausa romântica e primaveral no corre-corre da Semana de Moda parisiense, que termina na quarta-feira após 92 desfiles oficiais realizados em museus, jardins e hotéis.

O francês Jean-Charles de Castelbajac, cujos desfiles são sempre salpicados de humor e surrealismo, misturou tecidos rústicos com brilhos futuristas em uma coleção para a Primavera-Verão 2012, que combinou shorts e vestidos muito curtos com looks amplos de cores fortes e manga amplas. Os cabelos apareceram em grandes e altos coques, grande tendência da temporada. Os acessórios iam de simples tiras de tecido usadas como tiaras a um enorme colar de pérolas gigantes.

Em sua passarela, apresentada em uma boate parisiense, apareceram referências ao Pequeno Príncipe, personagem famoso de Antoine Saint Exupery, e Mickey Mouse em desenhos ou enormes estampas em blusas e túnicas e nos decotes de vestidos.

O desfile da maison Chanel, apresentado nesta terça-feira de manhã no museu Grand Palais, foi leve, marinho, "inspirado pela leveza das algas marinhas e em algumas formas de peixes", disse o estilista Karl Lagerfeld após o desfile.

O diretor artístico da Chanel, conhecido como "Kaiser" da moda, propôs tecidos também leves, do século XXI, como "poliéster, fibra de vidro, novos náilons, todo isso trabalhado com o papel", explicou.

A paleta de cores de Lagerfeld teve também tons marinhos, como a madrepérola das conchas do mar, as cores da ostra e da água. Nos pés, sandálias abotinadas, já uma marca de Lagerfeld, em tons apagados, muito simples. Os cabelos apareceram presos, com efeito molhado.

O mais esperado dos desfiles do oitavo dia da Semana de Moda parisiense foi a apresentação da grife espanhola Paco Rabanne feita por seu novo diretor artístico, o indiano Manish Arora, que deslumbrou a plateia e arrancou aplausos.

O primeiro desfile da grife Paco Rabanne em cinco anos propôs looks metálicos, em tecidos lustrosos e suntuosos cortes amplos e muito decotados em seda multicolorida, além de vestidos curtos, muito justos, em malha bordada com fios prateados e toques de píton, grande aposta dos caçadores de tendência para o verão brasileiro. Grandes golas e detalhes nas costas como folhas deram o toque futurista pelo qual a marca é conhecida.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo