Topo

Entretenimento

Grupo Murdoch pagará 2 milhões de libras a vítima de escutas

19/09/2011 18h03

LONDRES, 19 Set 2011 (AFP) -O grupo de Rupert Murdoch, proprietário do jornal News of the World, pagará cerca de 2 milhões de libras de indenização (3,15 milhões de dólares) à família de uma menina assassinada, vítima das escutas ilegais da publicação, segundo a Sky News.

A News International, a subsidiária britânica do grupo News Corp., também doará 1 milhão de libras a uma associação segundo o acordo fechado com os pais de Milly Dowler, de acordo com a Sky News, propriedade do grupo.

Na segunda-feira à noite, a News International confirmou que "está em negociações avançadas" com a família Dowler, mas assegurou que ainda não chegaram a "nenhum acordo definitivo". "Esperamos chegar a uma solução o mais rápido possível", afirmou um porta-voz.

O News of the World é acusado de grampear telefones de até 4.000 pessoas desde 2000, entre elas Milly Dowler, de 13 anos, que desapareceu em 2002 antes de ser encontrada morta seis meses depois.

Além de escutar sua caixa postal, um detetive que trabalhava para o jornal é acusado de ter apagado mensagens, fazendo sua família crer que ela ainda poderia estar viva.

As revelações sobre Milly Dowler indignaram os britânicos e forçaram o fechamento do News of the World em 7 de julho.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento