Entretenimento

Juiz ordena a Match.com que verifique antecedentes de seus membros

19/08/2011 22h04

LOS Angeles, EUA, 19 Ago 2011 (AFP) -Um juiz de Los Angeles ordenou ao site de encontros Match.com que verifique os antecedentes criminais de seus membros para proteger os usuários de possíveis ataques sexuais.

Match.com, que tem páginas para Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru, Venezuela e para a comunidade hispânica dos Estados Unidos, entre outras, anunciou em abril passado que começaria a comparar os dados de seus membros com o arquivo nacional de delinquentes sexuais dos EUA.

A decisão ocorreu após a usuária Carole Markin ter sido atacada sexualmente em Hollywood por um homem que conheceu no Match.com em 2010, condenado duas vezes por agressão sexual.

Markin processou o site para forçá-lo a adotar algum tido de procedimento para barrar a entrada de potenciais agressores sexuais no Match.com.

Nesta sexta-feira, o juiz Carl West, da corte superior de Los Angeles, disse a um advogado da Match.com que quer as provas da aplicação dos procedimentos de controle.

"É uma reclamação muito séria. Se a Match.com adota políticas que beneficiam o público, todos ganham", disse o juiz West.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo