Entretenimento

Parque temático de "Star Trek" na Jordânia vai custar US$ 1,5 bi

AFP
Parque temático de "Star Trek" Imagem: AFP

15/08/2011 14h36

AMÃ, Jordânia, 14 Ago 2011 (AFP) -Um parque temático dedicado a "Star Trek" será inaugurado em 2014 na Jordânia, onde mora um dos maiores fãs da famosa série de ficção científica americana, o rei Abdullah II em pessoa, que chegou, inclusive, a fazer uma ponta num dos episódios do seriado nascido no final dos anos 1960.

Três anos antes de chegar ao trono, o príncipe Abdullah, então com 34 anos, grande admirador de ficção científica, obteve um pequeno papel no episódio "Investigations", da série "Star Trek Voyager", a terceira originada da saga criada por Gene Roddenberry, em 1966.

Ele aparece vestido com uma roupa futurista preta, com listras verdes nos ombros, ao lado de Harry S. L. Kim, o comandante de operações da nave estelar "USS Voyager". Na cena, Kim volta-se para Abdullah dizendo um "até logo", e o futuro rei deixa o local.

Quinze anos mais tarde, uma companhia jordaniana, a Rubicon Group Holding (RGH), anunciou o lançamento de "The Red Sea Astrarium" (TRSA), um parque temático de cerca de 75 hectares.

O local, que deverá abrir as portas na primavera de 2014, se inspira na "rica história da região onde vivia a célebre civilização dos nabateus, seguida pelos babilônios e romanos", com um "Centro Star Trek" para dar "uma perspectiva futurista do século XXIII".

O custo é estimado em US$ 1,5 bilhão, segundo o grupo Rubicon, que prefere não divulgar detalhes sobre as parceiros financeiros.

O gestor de fundos do rei Abdullah II para o desenvolvimento (KAFD) foi convocado para participar do financiamento do projeto, mas ainda nada foi decidido.

"Ainda não tomamos uma decisão formal. Estamos na fase de avaliação, com o projeto ainda em estudos pelo Conselho de Administração", declarou à AFP Tarek Awad, diretor do KADF.

Foi escolhida para acolher o parque a cidade portuária de Aqaba, às margens do Mar Vermelho, a 350 km ao sul de Amã.

Limítrofe com a cidade israelense de Eilat, com o Egito e a Arábia Saudita, Aqaba é um dos locais turísticos de destaque da Jordânia, com acesso fácil à cidade de Petra (a 100 km de distância), fundada pelos nabateus, e do célebre deserto de Wadi Rum (50 km).

O grupo RGH vai conceber este "Centro Star Trek" - que deve oferecer uma "perspectiva futurista, além de uma variedade de experiências multissensoriais e uma aventura incomparável" - em parceria com as companhias americanas CBS Consumer Products e Paramount Recreation.

Será o único parque temático de Star Trek no mundo, depois que foi fechado o de Las Vegas, após 10 anos de existência.

A companhia jordaniana, que possui filiais nos Estados Unidos, nas Filipinas e em Dubai, é especializada, principalmente, em filmes de animação e na criação de video games.

O parque terá quatro hotéis, e vai gerar 500 empregos, além de "servir de modelo para uma geração de energia verde com um pavilhão (...) consagrado a fontes de energia alternativa", segundo o grupo RGH.

Além disso, o projeto representará uma "etapa importante no desenvolvimento do turismo na Jordânia", segundo o construtor, que espera que o Astrarium do Mar Vermelho se transforme em "destinação familiar para 350 milhões de visitantes do Oriente Médio e amantes de sensações fortes, de todos os locais do mundo".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo