Entretenimento

Morre Hélène Rochas, ícone da elegância e ex-diretora dos perfumes Rochas

12/08/2011 10h48

PARIS, França, 12 Ago 2011 (AFP) -Hélène Rochas, a imagem da parisiense elegante do pós-guerra, faleceu na semana passada, aos 84 anos, mais de meio século após ter assumido a direção da casa de luxo do mesmo nome, fundada por seu marido Marcel, em 1955, informaram seus filhos nesta sexta-feira à AFP.

"É o fim de um mito, de uma época. Era a musa de um dos mais célebres estilistas da época", disse à AFP um dirigente da Casa Rochas.

Amiga de Françoise Sagan, ligada a Yves Saint-Laurent, Hélène Rochas, imortalizada num quadro de Andy Warhol em 1975, frequentava os meios artísticos, organizando bailes suntuosos e festas consideradas fabulosas, até se retirar, nos últimos anos, da vida pública.

Falecida no dia 6 de agosto, "os funerais tiveram lugar na mais estrita intimidade. Uma homenagem religiosa será realizada em setembro", informou um dos filhos através de um escritório de advocacia parisiense.

Ex-modelo nascida em 1927, Hélène se casou com Marcel Rochas em 1944. Depois da morte do marido, assumiu as rédeas da empresa Rochas, convertendo-se na diretora mais jovem de uma empresa na França. Ocupou o cargo até 1971.

Considerada uma das mulheres mais bonitas de Paris, com um sorriso encantador e os olhos de um azul vivo, casou-se com o fundador da marca de perfumes e de costura em 1944, quando tinha apenas 17 anso.

Seu Pigmalião dedicou-lhe o perfume "Femme", como presente de casamento. O perfume, depositado num frasco tipo ânfora, desenhado por Lalique, teve um grande sucesso e uma longa carreira.

As atividades de costura da Rochas pararam em 1953. Depois, com a morte de Marcel Rochas, em 1955, Hélène tornou-se diretora da 'Parfums Rochas', que se internacionalizou nos anos 60.

Apelidada de "a pantera sofisticada" pela imprensa americana, esta "rainha dos perfumes", apaixonada por flores brancas, criou em 1960 sua fragrância emblemática, "Madame Rochas", que se tornou, logo, sucesso internacional.

Lançou "Monsieur" em 1969, depois a célèbre "Eau de Rochas", conhecida por seu frescor.

Após ter dirigido a empresa por mais de 15 anos, ela a vendeu em 1971, voltando a trabalhar, novamente na casa entre 1984 e 1989, como consultora, a pedido do grupo.

A marca Rochas, que pertence hoje ao americano Procter and Gamble, renovou em 1990 com o prêt-à-porter. Suas coleções, hoje criadas pelo estilista Marco Zanini, são apresentadas durante a Fashion Week de Paris.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo