Entretenimento

Americana rica deixa 500 mil dólares para um museu de porcelana gaulês

11/08/2011 17h59

NANCY, França, 11 Ago 2011 (AFP) -Uma rica americana, apaixonada pela porcelana de Longwy (Meurthe-et-Moselle, leste da França) legou à cidade 500.000 dólares (350.000 euros), para serem aplicados no museu dedicado a esta arte.

"É um milagre", exclamou entusiasmado à AFP o prefeito de Longwy, Edouard Jacque, que recebeu há alguns dias a carta do tabelião americano Vincent C. Travagliato, expedida de Nova York, anunciando a inesperada doação.

O legado aparece no testamento de Marie-France Dougherty-Manners, descendente de uma família da região de Alsácia (leste da França) e falecida em 12 de junho passado, aos 64 anos.

A única condição imposta é que o museu dedique a ela uma placa.

Dougherty-Manners passou a juventude em Herserange, perto de Longwy, onde se encantou com as famosas porcelanas, "principalmente as mais antigas, fabricadas a partir do século XVIII", contou o prefeito.

A doação permitirá à cidade trasladar seu atual museu de porcelana, "mal colocado e velho", segundo o prefeito, para a antiga sede do Banco da França, situada perto da histórica fábrica de louças, fundada em 1798.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo