Entretenimento

Homenagem a Shakespeare: exército de Henrique V invade a França em plena NY

20/07/2011 15h35

NUEVA YORK, EUA, 20 Jul 2011 (AFP) -"Bem-vindos a bordo valentes soldados do rei Henrique V! Mostremos aos franceses como fazer a guerra!", anuncia a voz, repetindo um trecho da peça de Shakespeare, no barco que transporta os espectadores pela baía de Nova York, como parte de um festival gratuito da cidade.

Se a Big Apple oferece de tudo, especialmente no verão, essa mais recente experiência é invadir a "França" (Governors Island) de barco a partir de Manhattan (Inglaterra), através do canal da Mancha (a baía) e com o exército do rei inglês.

Organizada pelo New York Classical Theatre, o festival River to River, já considerado um sucesso, será concluído no próximo domingo.

Os 600 espectadores fazem fila durante horas antes do começo da peça, na porta de Clinton Castle (no sul de Manhattan), para receber una pulseira que permitirá a eles, num determinado momento, subir à embarcação que se dirige a Governors Island, junto com o rei Henrique V e suas tropas.

A vista de Manhattan, Brooklyn e da Estátua da Liberdade ao entardecer são sublimes e parte da peça é apresentada a bordo do ferry, com os atores passeando entre o público para preparar a invasão à França.

Uma vez em Governors Island, território "francês", os espectadores acompanham as forças de ambos os lados até a batalha de Agincourt (1415), na qual as tropas inglesas obtiveram uma inesperada vitória durante a Guerra dos Cem Anos.

"Sempre busco formas de envolver a plateia na obra, como parte da ação", explica à AFP o diretor de "Henrique V", Stephen Burdman, ao final de uma das apresentações.

Como acontece com as peças de Shakespeare, "temos que imaginar exércitos, a multidão de pessoas, e navegar no mar encapelado", conta Burdman.

"Na realidade, nós tentamos fazer assim!", disse, recordando que a viagem anterior à batalha é "uma das experiências mais aterradoras" que se pode viver.

Para o ator Justin Blanchard, que desempenha o papel de Henrique V, é "a produção mais aventureira" da qual já participou até o momento.

"A peça em si é um desafio: guerras, lutas pela posse de um país, amor. Mas, acima de tudo, decidimos tornar nosso trabalho duas vezes mais difícil, pelo que nos oferecemos esta incrível viagem de Battery Park a Governors Island, levando o público no barco e o trazendo de volta", conta ele à AFP.

"A média de público é de 600 pessoas por noite. As entradas se esgotam todos os dias em meia hora. É um sucesso extraordinário para a companhia", acrescenta.

O maior autor de língua inglesa de todos os tempos está por todas as partes de Nova York neste verão, com o Central Park apresentando no mês de julho o já tradicional "Shakespeare in the Park".

Além disso, a Royal Shakespeare Company de Londres decidiu veranear em Manhattan e se mudou para o Park Avenue Armory como parte do Lincoln Center Festival, num acontecimento sem precedentes.

Na estada de cinco semanas em Nova York, a companhia produz na cidade cinco obras de Shakespeare, entre elas "Romeu e Julieta" e o "Rei Lear", até o próximo 6 de agosto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Entretenimento

Topo